Após cancelar cultos, igreja distribui alimentos a famílias carentes

Igreja decidi cancelar cultos para distribuir refeições a famílias necessitadas

Após cancelar cultos, igreja distribui alimentos a famílias carentes
Família recebe refeição e alimentos da igreja Pentecostal Angelus Temple (Foto: Reprodução)

Faz uma semana que a igreja Pentecostal Angelus Temple, em Los Angeles, decidiu cancelar seus cultos e distribuir refeições a famílias carentes no meio da pandemia de coronavírus, que causou demissões e encerrou as escolas. e restaurantes.

O Dream Center, organização sem fins lucrativos da igreja em Echo Park, está doando refeições quentes e gratuitas durante toda a semana, não apenas para famílias com crianças do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles, mas para qualquer pessoa.

O centro também distribuirá refeições neste fim de semana. O pastor do templo de Angelus, Matthew Barnett, disse que a distribuição de alimentos ocorreu sem problemas.

A igreja tem em média 5.000 refeições por dia, além de fazer 150 visitas diárias aos idosos para fornecer alimentos. Outros restaurantes doaram alimentos, explicando que a igreja planeja fornecer refeições pelo tempo que for necessário.

O centro também distribuiu fraldas gratuitas para os necessitados e recebeu cerca de 16 pessoas sem casa. Barnett, diz que o centro encomendou US$ 20.000 em alimentos em massa aos fornecedores com os quais normalmente trabalha. Esse dinheiro veio da igreja, diz o pastor.

Os membros da igreja tiveram que ajustar a maneira como fornecem refeições, pois as medidas de distanciamento social continuaram a mudar ao longo da semana.

“Estamos apenas ouvindo o ciclo de notícias, por um lado, e estamos nos ajustando rapidamente, à medida que as pessoas continuam aparecendo”, explica ele.

Algumas pessoas pensaram que a decisão da igreja de cancelar cultos e reuniões foi abrupta e drástica, mas sabíamos que algo iria acontecer e que se tornaria importante. “Então, enfatizamos outras áreas”, disse Barnett.

Embora algumas igrejas tenham resistido à ideia de cancelar reuniões públicas, seguindo as diretrizes de distanciamento social e cancelando esses serviços públicos, “você pode aliviar alguns medos e tornar a comunidade um pouco mais segura ou se sentir mais protegida”. Conclui, Barnett.