Menino que sofreu “bullying” quer doar R$ 2 milhões para caridade

O dinheiro foi arrecadado para uma viagem à Disney, mas família preferiu doar para quem precisa

Menino que sofreu bullying quer doar R$ 2 milhões para caridade
A família de Quaden Bayles quer doar fundos da viagem para Disneyland para caridade (Foto:Reprodução)

A família do menino de nove anos Quaden Bayles que sofreu bullying, resolveu doar os mais de R$2 milhões arrecadados em uma campanha para levá-lo à Disneylândia para instituições de caridade de crianças com a mesma condição.

A vaquinha foi criada para juntar dinheiro para levar Quaden para conhecer a Disney. Porém, a família afirmou a uma televisão australiana que o dinheiro será repassado à instituições de caridade, que beneficiam outras pessoas com a mesma condição de Quaden.

Relacionados:

“Queremos que o dinheiro seja destinado a organizações caridades que realmente precisam. Eles sabem em que dinheiro deve ser gasto. Por mais que desejemos ir para a Disneylândia, acho que nossa comunidade se beneficiaria muito disso”, disse a tia do menino, Mundanara Bayles disse à NITV News.

Por mais nobre que seja um gesto para dar tudo à caridade, a família pode se deparar com um pouco de dificuldade. O GoFundMe exige que todos os fundos sejam usados ​​pelo motivo indicado na campanha.

O garoto Quaden, chamou a atenção do mundo após aparecer em um vídeo dizendo à sua mãe que queria se matar por sofrer bullying na escola. A gravação repercutiu na internet e comoveu milhões de pessoas.