Menino que sofreu bullying não é rapaz de 18 anos
Quaden Bayles (Foto: Reprodução/Instagram)

O vídeo do menino Quaden Bayles pedindo para morrer por causa o bullying que sofreu na escola gerou uma grande comoção nas redes sociais. Quaden, recebeu apoio de famosos como o ator Hugh Jackman e o humorista Brad Williams enviaram mensagens de apoio ao estudante.

O vídeo teve cerca de 25 milhões de visualizações antes de ser removido, de acordo com reportagem anterior do Insider. De acordo com o News.com.au , a mãe de Quaden postou o vídeo na quarta-feira depois de buscá-lo na escola e perceber que ele estava perturbado.

“Acabei de pegar meu filho na escola, testemunhei um episódio de bullying, liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam – pais, educadores, professores – esse é o efeito que o bullying tem”, disse ela no vídeo viral.

Logo após, sua a história comovente ganhar força na internet, não demorou muito e surgiram publicações dizendo que garoto Quaden não tem 9 anos, mas seria um rapaz de 18 a fim de ganhar uma grana fácil.

Yarraka Bayles e Quaden apareceram no “Studio 10” em 2015. Rede 10 / YouTube

O portal E-farsas, verificou a notícia e esclareceu que em 2015, a mãe de Quaden deu uma entrevista a uma TV australiana e disse que ele tinha 4 anos na época. Na foto, mãe e filho apareceram no “Studio 10” da Australian Network 10 para discutir sua campanha para combater o estigma associado ao nanismo.

Yarraka, mãe do menino explicou que a confusão com a idade surgiu depois que publicaram uma foto de uma festa de aniversário de 18 anos de outro jovem. Apesar de muita gente achar que fosse de Quaden, a mãe do menino fez questão de explicar que era de um amigo da família.