Mais de 2.000 pessoas recebem Jesus em cruzada na Uganda

Milhares de pessoas deixam a bruxaria e recebem Jesus, em cruzada na Uganda

Mais de 2.000 pessoas recebem Jesus em cruzada na Uganda (Foto:Uganda Christian News)

Durante uma cruzada evangélica na região norte de Uganda, milhares de pessoas deixaram a bruxaria e aceitaram a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, nos campos esportivos de Kaunda no distrito de Gulu.

O líder do Ministérios Phaneroo Internacional, Apóstolo Grace Lubega, compartilhou o evangelho e instou os ouvintes a evitar a bruxaria: “A bruxaria não salvará você, mas Jesus pode”, disse o apóstolo Lubega, conforme relatado pelo Ministério.

“Que alegria quando muitos chegam ao poder salvador de nosso Senhor Jesus. O céu celebra!”, Disse o ministério em uma atualização. “Jesus dá vista aos cegos, cura os enfermos e pode curar esta terra do passado”, acrescentou.

+ Feiticeiro africano abandona a bruxaria e aceita Jesus
+ Multidão abandona a bruxaria e se entregam a Cristo na Uganda

As comunidades do norte de Uganda estão tomando medidas sólidas para reconstruir suas vidas após a devastadora guerra de guerrilha de 20 anos travada pelo Exército de Resistência do Senhor (LRA) nas últimas décadas.

Os relatos da mídia mostram que uma geração de jovens que deixou de frequentar a escola e as igrejas locais tiveram um baixo crescimento devido ao conflito.

Muitos perderam pais ou irmãos na violência; milhares foram forçados a combater, casamento infantil ou exploração sexual e permanecem assombrados por suas lembranças da guerra.

Articulado por pregadores de várias partes do país, o ministério do apóstolo Grace Lubega, na região ajudou muitos a se recuperarem do passado devastador, encontrando a verdadeira paz em Cristo.

As pessoas eram vistas com lágrimas nos olhos, enquanto adoravam e oravam durante a noite do evento. “O que o diabo significava para o mal, o Senhor se volta para o bem”. Declarou o apóstolo Lubega.

Bunty Desor, fundador e pastor sênior do New Life Deliverance Worship Center nos EUA, deixou seu país para fazer parte da cruzada.

“É absolutamente incrível que mais de 2000 pessoas tenham recebido Jesus no local de Karunda, em Gulu, ontem à noite”, revelou o pastor Bunty na manhã de sábado.

“Ore para que muitos sejam libertados da escravidão da bruxaria e da demonização hoje”, acrescentou.

O ministério Phaneroo, planeja alcançar mais residentes na região com o evangelho. Além da cruzada, eles realizaram uma conferência de pastores em 1º de fevereiro de 2020.

Em uma declaração divulgada anteriormente, os membros da Igreja que acamparam em Gulu reconheceram “o calor dos habitantes locais e mais ainda a sua fome pela Palavra de Deus”.

O ministério também realizou várias atividades esportivas, no recinto de Kaunda e no Estádio Memorial da Guerra de Pece, respectivamente.