Mundo Cristão Jovem ativista cristã presa no Irã é espancada na prisão

Jovem ativista cristã presa no Irã é espancada na prisão

Ela está em campanha pelos direitos dos convertidos cristãos no Irã

Jovem ativista cristã presa no Irã é espancada na prisão
ativista cristã Fatemeh Mohamadi, presa no Irã foi espancada na prisão (Foto: Reprodução – Article18)

A jovem ativista cristã Fatemeh Mohamadi, presa no Irã, segundo apurado por agências está sofrendo abusos e espancamentos na prisão, e enfrenta acusações de crime. Nas primeiras 24 horas após a prisão, foi-lhe negada comida.

Segundo agência de notícias de Direitos Humanos (HRANA), confirmou que Mary Fatemah Mohammadi, conhecida como Mary na redes sociais, está presa no centro de detenção em Qarchak, no sul da capital Teerã, e foi maltratada na prisão.

Saiba mais:
+ Ativista cristã é presa no Irã por defender os direitos dos cristãos
+ Trump denuncia prisão de jovem ativista cristã no Irã

A jovem Fatemah de 21 anos, foi presa no mês passado no Irã, perto da Praça Azadi, onde manifestantes protestavam contra o governo do Irã por ter abatido um avião de passageiros da Ucrânia. Por várias semanas, seu paradeiro era desconhecido.

A instituição de caridade de liberdade religiosa Middle East Concern (MEC) disse que Mary foi severamente espancada quando foi presa.

Segundo foi noticiado pelo Middle East Concern: “Em Vozara, ela foi forçada a sentar no chão, em frente aos banheiros. Mais tarde, enfrentou três interrogadores e recebeu 30 perguntas para responder. Ela recusou a responder sem a presença de um advogado.

“As oficiais femininas forçaram Mary a se despir, sentar-se e ficar em pé várias vezes na frente delas. Mais tarde, ela foi transferida para o Ramo 6 do escritório do promotor na prisão de Evin, Teerã, e acusada de perturbar a ordem pública participando de uma reunião ilegal.”

Segundo o site inglês Article 18, embora a fiança de Mary tenha sido fixada no equivalente a US$ 2.250 dólares, um promotor se recusou a permitir que ela fosse libertada. O caso foi transferido para um tribunal criminal público.

O Middle East Concern, diz que Mary é aberta sobre sua fé cristã. Ela está em campanha pelos direitos dos convertidos cristãos no Irã, e pela liberdade de frequentar os locais de culto cristãos.

Em novembro de 2017, Fatemah, foi presa em uma igreja doméstica e condenada a seis meses de prisão, por fazer “parte de grupos cristãos, participar de atividades cristãs e agir contra a segurança nacional do regime revolucionário iraniano”.

Últimas notícias

Guerras e perseguições: “A fé de uma cristã na Síria”

As guerras e perseguições cercam a vida de milhares de cristãos na Síria, assim como a de Sozan, uma cristã de 22 anos. A...

A perseguição força os cristãos do Laos a praticar a fé em segredo

Os cristãos no Laos continuam a enfrentar várias formas de perseguição e discriminação, o que força muitos deles a praticar sua fé emsegredo na...

Cuba liberta Jornalista preso por reportagem sobre julgamento de pastor

Um jornalista e advogado cubano foi libertado da prisão em Guantánamo, Cuba, depois de ficar quase um ano preso por seu trabalho de reportagem...

Bieber lança música cristã ‘Holy’ sobre fé e acreditar em Deus

O astro pop Justin Bieber lançou uma nova música cristã inspirada no evangelho intitulada 'Holy', que se baseia em temas de fé e esperança....
© Copyright Amigo De Cristo. Todos os direitos reservados.