Testemunhos Cristãos Casal testemunha "cura de tumor cerebral" após oração

Casal testemunha “cura de tumor cerebral” após oração

Eu sabia que tudo o que Deus tinha por mim, sabia que seria consertado

Casal testemunha cura de tumor cerebral após oração
O casal Doyle e Donna, estão ao fundo da mesa (Foto: Reprodução – AGnews)

O medo apreendeu a fé do casal Doyle e Donna Medlock, apesar de estar cercado por pessoas que os amavam e se importavam, um tumor cerebral maligno tende a fazer isso, as palavra de conforto ou presença de pessoas não parecia ser capaz de deixar de lado o medo e apreensão.

Mas a mais inesperada das experiências ocorreu poucas horas antes do início da cirurgia, quando uma reunião de oração eclodiu a presença de Deus em um restaurante em Little Rock, Arkansas.

“Nós e mais 19 pessoas da igreja, viajamos para Little Rock, eu estava programado para uma cirurgia na manhã seguinte”, lembra Doyle. “Eles perguntaram onde eu queria sair para comer e escolhi a Red Lobster porque recebi um cartão de presente por lá”.

A decisão de escolher aquele restaurante de maneira aleatória, provou não ser tão aleatória quanto Deus tinha tudo alinhado. Conta Doyle.

“Eles nos colocaram no centro do restaurante, juntando várias mesas”, lembra ele, que tinha 50 anos na época. Uma das garçonete, me perguntou se estávamos comemorando alguma ocasião especial, eu disse a ela que estávamos lá porque faria uma cirurgia no cérebro na amanhã seguinte.

A garçonete então surpreendeu Doyle. Ela perguntou se ele se importaria se eles orassem por ele. Pensando que ela queria dizer que eles “se lembrariam dele” em oração, Doyle concordou – anotando-o como um belo gesto.

Quando a refeição chegou ao fim, Doyle ficou chocado quando viu que toda a equipe de garçons do restaurante queriam realmente orar por ele. De mãos dadas com seus amigos, eles cercaram o casal.

Após alguns momentos de oração silenciosa, a garçonete que antes pedira para orar por Doyle fez uma “oração”, que todos que estavam presente, jamais esquecerão. No entanto, embora o derramamento da oração fosse tão inesperado, foi a resposta do Espírito que encheu a sala de admiração.

Chegou ao ponto, era tão espesso lá com a presença de Deus, lembra ele fazendo uma pausa. “Pensei que era um sonho ou que estávamos todos em um estacionamento vazio, e as pessoas que eu via eram anjos – eu até perguntei a eles se eram.”

Os Medlocks lembram que as pessoas nas mesas, que não faziam parte do grupo, pararam de comer para participar da oração e, quando saíam, os clientes do restaurante estavam parando Doyle, dizendo a ele que ele ficaria bem – que Deus cuidaria dele.

“Eu estava berrando”, admite Doyle. “Quando a equipe de garçons orou, senti o Espírito em um local público, como antes na igreja quando o Espírito se move, foi bem legal.” Donna também foi mudada pela experiência.

“Fiquei tão incomodada com o tumor – estava com muito medo”, diz ela. “Mas essa experiência trouxe a paz mais incrível para todos nós. Foi a coisa mais incrível que eu já senti como cristão. Foi simplesmente incrível.”

O caminho para o milagre

Embora os Medlocks, estivessem preparados para saber que Deus havia removido totalmente o tumor, isso não foi resultado. Após 2 horas e meia de cirurgia, o neurocirurgião relatou que havia removido o máximo de tumor possível, sem deixar Doyle paralisado.

Ele explicou que cerca de 45% a 50% do tumor havia entrado no tecido cerebral e era como (como Doyle descreve) como se queijo e manteiga tivessem derretido juntos – impossível remover o tumor sem danificar seriamente o cérebro.

No entanto, Donna diz que mesmo chegar até aqui foi um milagre em si.

“Decidimos ficar saudáveis, então ingressamos em uma academia no início do ano”. Mas quando Doyle tentou correr na esteira, foi correr, bater, pois seu pé não parecia estar funcionando direito e a perna parecia menor que a outra.”

O primeiro médico que eles visitaram, achou que poderia ser um problema nas costas de Doyle e o enviou para a fisioterapia, o que não produziu resultados. Ele foi aconselhado para procurar um neurologista, mas isso foi uma espera de dois meses, então Doyle decidiu visitar um quiroprático cristão enquanto esperavam.

Sua esposa Donna, lembra do médico quiroprático examinando Doyle e como ele o levou pela mão aparentemente para verificar uma resposta, e então deixou a mão de Doyle cair.

“Ele disse a Doyle que seu problema não tinha nada a ver com problemas esqueléticos e que ele precisava consultar um neurologista “.

O quiroprático conseguiu levar Doyle a um neurologista em apenas duas semanas, onde eles descobriram que Doyle tinha um tumor no cérebro. No entanto, o neurocirurgião que realizou a cirurgia, Dr. Ali Krisht, é considerado um dos melhores neurocirurgiões do mundo quando se trata de tumores cerebrais.

“Deus estava nisso desde o início”, diz Donna, “desde que entramos na academia, consultamos o médico, consultamos o quiroprático, procuramos um neurologista tão rapidamente e pedimos que o Dr. Krisht fosse nosso neurocirurgião”.

O milagre no tempo de Deus

Embora as curas instantâneas sejam tipicamente o que a maioria das pessoas procura, neste caso Doyle e Donna sentiram a paz de Deus, de uma maneira que lhes deu confiança em Sua provisão, não importa como ou quando a cura ocorreu.

Donna soube logo após a cirurgia que a mão de Deus estava em seu marido. Ele foi um dos seis indivíduos a fazer uma cirurgia no cérebro naquela manhã.

“Enquanto eu caminhava e via os outros que fizeram a cirurgia, todos estavam conectados a todos os tipos de máquinas e tubos de respiração. Eu estava apenas orando para que Deus me ajudasse a ser forte quando chegasse ao quarto de Doyle. Lembra, ela.

Quando ela entrou na sala, para sua surpresa, Doyle já estava consciente e alerta com o que pareciam algumas bandagens adesivas em sua cabeça.

Embora Doyle tenha saído do hospital, ele ainda enfrentava três meses de radiação e um ano inteiro de quimioterapia, foi uma época muito difícil. “Mas ele nunca deixou de trabalhar, até os últimos dois meses, a quimioterapia o deixava tão doente, diz Donna.

Apesar da luta, os Medlocks acreditavam que Deus estava trabalhando no corpo de Doyle.

“Eu não conseguia ficar na ponta dos pés e tive que pensar em cada passo para fazer meu pé funcionar corretamente”, diz Doyle. “O neurologista me disse que eu nunca seria capaz de fazer nenhuma dessas coisas porque a localização do tumor havia quebrado esse caminho no meu cérebro e esses caminhos não se reparam”.

Após a conclusão da quimioterapia, eles começaram a notar melhorias física e nas habilidades de Doyle. Ele estava realmente determinado a ficar um dia na ponta dos pés, embora inicialmente não estivesse fazendo muito progresso.

Em cada consulta, as notícias do neurologista eram as mesmas: o tumor parece o mesmo, não cresceu e o tecido cicatricial é o mesmo. Este relatório continuou pelos próximos três anos.

Mas entre o segundo e o terceiro ano, ele entrou no consultório do neurologista e disse: “Olha”, enquanto ele ficava na ponta dos pés. O neurologista ficou atordoado, pedindo-lhe para fazê-lo novamente. Então ele pediu que ele saísse da sala e voltasse, ele executou com facilidade.

“O médico me disse para esperar um momento, ele teve que colocar o telefone para gravar o que eu estava fazendo”, lembra Doyle.

Ele disse: “Você não conhece e entende, você está desafiando todas as probabilidades de fazer isso! Seu caminho foi quebrado, ele simplesmente não se conserta. Eu disse a ele que entendi, mas que eu tinha um caminho para Aquele que pode consertá-lo. Ele meio que riu, mas sabia do que eu estava falando.

Orações respondidas

Pouco a pouco, dia após dia, continuou sua recuperação, consultas com o neurologista também continuaram. Mas mesmo que ele pudesse ficar na ponta dos pés e andar normalmente, exames sobre o tumor permaneceu o mesmo – não cresceu, o tecido cicatricial evidente.

“Desde o momento em que a equipe de garçons orou por mim, eu sabia que tudo o que Deus tinha por mim, sabia que seria consertado”, lembra ele. Eu sabia que ele faria isso, mas seria no tempo Dele.

Em janeiro deste ano, quatro anos e quatro dias após a cirurgia, o médico, por rotina, retornou à sala para discutir os últimos resultados dos exames de Doyle.

Perguntei a ele qual era a porcentagem do tumor para começar a crescer novamente. “Ele me disse que não sabia, mas o que sabia era que não podia mais ver o tumor, as cicatrizes da radiação haviam desaparecido e tudo o que restava era um buraco onde o tumor estava!”

Não havia explicação, acabara de desaparecer. Um peso enorme foi tirado dos ombros de Doyle e Donna quando a realização da resposta de Deus à oração foi cumprida e a alegria varreu seus corações.

As notícias da cura de Doyle foram recebidas com aplausos e gritos de louvor no culto da igreja de domingo.

Ele, diz que sua jornada não foi divertida, mas foi gratificante e ele está pronto para fazer o que for necessário para ajudar aqueles que passam por desafios difíceis como ele.

Últimas notícias

Trump pergunta ao presidente da Nigéria – Por que você está matando cristãos?

O presidente Donald Trump pediu ao presidente da Nigéria que explicasse a indiferença de seu país em relação à situação dos cristãos perseguidos, disse...

Pastor diz que vai iniciar “ministério na prisão” se for preso por abrir igreja

O popular pastor norte-americano John MacArthur, disse que não está preocupado com a perspectiva de ser preso e ir para prisão por desobedecer às...

Garoto cristão de 13 anos é condenado a dez anos de prisão, na Nigéria

As autoridades da Nigéria foram amplamente criticadas após condenar um garoto cristão de 13 anos a dez anos de prisão por blasfêmia. Omar Farouq...

Igreja Evangélica vence Instagram na Justiça e têm perfil restabelecido

A rede social Instagram por decisão da Justiça, foi obrigado a restabelecer o perfil da Igreja Presbiteriana de Anápolis e republicar todo o conteúdo...
© Copyright Amigo De Cristo. Todos os direitos reservados.