Bolsonaro quer transferir embaixada para Jerusalém até 2021

Bolsonaro pretende transferir embaixada para Jerusalém até 2021
Bolsonaro pretende transferir embaixada para Jerusalém até 2021

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que pretende transferir a embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém até 2021. As informações veio a público essa semana através do Pr. Silas Malafaia.

O chefe de Estado brasileiro fez o comentário em uma entrevista em dezembro ao pastor Silas Malafaia, mas que foi divulgada somente nesta segunda-feira (3). Segundo informou o IG.

Em sua viagem ao Oriente Médio, em outubro passado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que falou com autoridades de outras nações da região sobre a possibilidade de fazer essa mudança, e desde então o assunto paira.

O sentimento que eu tenho, todas essas conversas foram no reservado, Arábia Saudita, Qatar, Emirados Árabes, entre outros, só o intérprete ali. ‘Olha, a situação é essa’. Só teve uma que achou que ficou meio assim, mas deu sinal verde.

Os outros chefes de Estado todos falaram que é uma questão interna do Brasil. Então estamos caminhando para isso. Não vou dizer 2020, no máximo 2021, se Deus quiser, vai nascer sem atritos”, disse Bolsonaro na entrevista com Malafaia.

Bolsonaro havia prometido mudar a sede diplomática ainda em 2019, mas acabou recuando, e de acordo com o ministro israelense Netanyahu, Bolsonaro se comprometeu em transferir a embaixada ainda em 2020.

Transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém foi uma das promessas de campanha de Bolsonaro, durante o pleito de 2018.

1 COMENTÁRIO

  1. O DESTINO DA NOSSA NAÇÃO / BRASIL
    ESTÁ A CAMINHO DO PODER QUE A NOSSA
    GERAÇÃO PRECISA DISCERNIR
    PARA VENCER O TEMPOS
    QUE SOBREVIRÁ …
    TUDO ESTÁ NO CONTROLE
    DA VONTADE SOBERANA DE
    DEUS JEOVÁ / GOVERNO UNIVERSAL
    ELE ENVIOU JESUS CRISTO
    PARA REVELAR O FUTURO
    OBSERVAÇÕES
    MEUS FILHOS HERDARÃO
    A EXPLICAÇÃO DO FUTURO
    Lucas 21:20-38 O Livro (OL)
    20 Mas, quando virem Jerusalém cercada por exércitos, saberão que chegou a hora da sua destruição. 21 Então aqueles que estiverem na Judeia fujam para as montanhas! Quem estiver em Jerusalém trate de fugir e quem estiver fora da cidade não tente voltar. 22 Porque aqueles serão os dias do juízo de Deus, em que as Escrituras serão totalmente cumpridas. 23 Ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias! Porque haverá grande angústia nesta nação e cólera sobre este povo. 24 Serão brutalmente mortos ou enviados como exilados e cativos para todas as nações do mundo. E Jerusalém será conquistada e pisada pelos gentios, até que se cumpra o tempo destes.
    Jesus fala do seu regresso
    (Mt 24.23-35; Mc 13.21-31)
    25 Haverá então sinais no Sol, Lua e estrelas. Aqui na Terra as nações andarão perturbadas e perplexas com o rugir dos mares e com estranhas marés. 26 A coragem de muitos ficará enfraquecida ao verem o destino terrível que se aproxima da Terra, porque as forças que suportam o universo serão sacudidas. 27 E então os povos da Terra verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com poder e grande glória. 28 Quando todas estas coisas começarem a acontecer, ergam o olhar e levantem a cabeça, porque a vossa salvação está próxima!”
    29 E deu-lhes esta parábola: “Reparem nas figueiras ou em quaisquer outras árvores. 30 Quando rebentam as folhas, não é preciso que vos digam que o verão está perto. 31 E quando virem acontecer estas coisas que vos contei, podem estar certos de que o reino de Deus está próximo. 32 É realmente como vos digo: esta geração não passará sem que todas estas coisas aconteçam. 33 O céu e a Terra desaparecerão, mas as minhas palavras permanecem para sempre.
    Vigiem!
    (Mt 24.36-51; Mc 13.32-37)
    34 Vigiem, para que a minha vinda súbita não vos apanhe desprevenidos! Que esse dia não vos encontre vivendo descuidados, obcecados com a comida e a bebida e com os problemas desta vida! 35 Pois ele virá como uma armadilha sobre toda a Terra. 36 Mantenham uma vigilância constante e orem para que cheguem firmes à presença do Filho do Homem sem ter de passar por estes horrores.”

    37 Durante o dia Jesus ia ao templo ensinar, voltando ao monte, conhecido como monte das Oliveiras, para aí passar a noite. 38 E as multidões começavam a juntar-se logo pela manhã para o ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui