Pobreza na China, jovem estudante morre de fome sem ajuda

Pobreza na China, jovem estudante morre de fome na potência comunista

Siga o Amigo De Cristo no Google News
Pobreza na China, jovem estudante morre de fome sem ajuda do governo
Pobreza na China, jovem estudante morre de fome na potência comunista

O governo comunista chinês de Xi Jinping, afirmou que a pobreza desapareceria na China até 2020, aqui está uma jovem estudante que morreu de desnutrição. Esta imagem conta uma história. Não mostra uma criança, mas uma jovem de 24 anos .

Ela pesava menos de 22 Kg, Sua altura era de 1.346 centímetros, quando a fotografia foi tirada, ela estava prestes a morrer. O nome dela era Wu Huayan e ela morreu em 13 de janeiro de 2020 no Hospital Afiliado da Universidade de Medicina de Guizhou, na cidade de Tongren, na província de Guizhou.

Wu nem sempre era assim, ela era uma jovem normal e uma estudante na escola Guizhou Forerunner College. Então, seus pais morreram e Wu teve que cuidar de si mesma, de seus estudos e dos tratamentos psiquiátricos de seu irmão doente mental.

Ela teve que sobreviver com um subsídio de segurança social de meros 300 yuanes (43,50 dólares) por mês, pouco menos de (R$200,00).

Ela não queria parar de estudar e faria tudo para apoiar o irmão. Então, ela começou a pular o café da manhã, depois o jantar e, no final, tentou sobreviver com uma única refeição diária de arroz, pimenta e pães no vapor. Em outubro de 2018, a desnutrição havia causado um problema cardíaco grave.

Ela também havia perdido metade do cabelo. Ela foi hospitalizada, mas o tratamento para sua cura também era caro, e o custo da cirurgia de que ela precisava era proibitivo. Ela fez um apelo no Shuidichou, um site de crowdfunding online, pedindo ajuda para cobrir suas contas médicas.

As instituições de caridade do PCC intervieram e cerca de US$ 140.000 foram arrecadados. Wu, no entanto, morreu na semana passada e, antes da censura do PCC fazer com que a maioria das notícias e mensagens sobre ela desaparecesse da Internet, descobriu-se que a maior parte desse dinheiro nunca chegou a ela, e gerou protestos públicos sobre a corrupção de instituições de caridade controladas pelo Partido Comunista Chinês (PCC).

Isso, no entanto, é apenas parte do problema. Em dezembro de 2019, a propaganda do PCCh ainda dizia ao mundo que o plano do presidente Xi Jinping de acabar com a pobreza em 2020 estava prestes a ser cumprido.

A morte de Wu Huayan é um triste e oportuno lembrete de que a propaganda não deve ser confundida com a realidade.

A horrível história de Wu Huayan lembraria muitos leitores ocidentais dos contos de crianças infelizes na Inglaterra vitoriana, por Charles Dickens (1812-1870). E por uma boa razão. A China é, em alguns aspectos, semelhante à Inglaterra durante a Revolução Industrial.

Onde os ricos viveram uma vida luxuosa, o comércio floresceu, o país se tornou em uma potência global, mas os órfãos e os pobres morreram de fome nas ruas e nos hospitais. Foi quando o desenvolvimento industrial veio sem alívio para os pobres. Karl Marx (1818-1883)