Pastor se irrita com choro de criança e pede para mãe sair do culto

O pastor pede aos recepcionistas da igreja que escoltem a mãe com criança para fora

Pastor pede para mãe sair do culto com a criança por causa do choro
Pastor se irrita com choro de criança e pede para mãe sair do culto

Um pastor no Tennessee está enfrentando críticas depois que pediu a mãe e a criança que deixassem o culto porque o bebê estava chorando durante o seu sermão, e ele não queria prejudicar os outros membros.

De acordo com portal Patheos, Dan Smith, pastor da United Church em Gallatin, interrompeu o sermão no último domingo depois que uma criança de 15 meses começou a chorar, o que visivelmente deixou o religioso irritado.

Um video postado por um membro nas redes sociais, o pastor pede aos recepcionistas da igreja que escoltem a mãe com criança para fora: “Ei, recepcionistas, você pode mostrar a eles onde fica o berçário?”. Eu não quero brigar com uma criança o tempo todo, então, por favor, me ajude.”

Smith tentou continuar seu sermão, mas não conseguiu.

“Ok, deixe-me parar. Só porque eu fiz isso, todo mundo está pirando porque eu disse isso, ouça. Nós amamos crianças. E você … querida, olhe para mim … nós amamos crianças, mas se uma criança afetará todo o serviço porque ela é irritadiça ou o que seja, temos TVs que estão lá atrás, então isso é legal ”, disse ele.

O pastor ainda insistiu que ele não queria “afetar as outras pessoas no culto” porque o bebê estava chorando.

Escute, eu amo crianças. Mas veja, o foco de todos está bem ali agora. E querida, desde que ela esteja bem, você fica lá e faz o que faz. Mas preciso que você entenda, alguém se levantou e saiu. Isso está ok.

Não afetarei 300 pessoas por causa de uma criança chorando. É por isso que temos TVs do lado de fora, é por isso que temos um berçário. Se você se ofender com isso, me desculpe, me desculpe mesmo, mas não vamos fazer isso.

E sei que pareço um idiota agora, mas não vamos afetar mais 300 pessoas por causa disso. Deixe-me tentar voltar de onde eu parei. Disse o pastor, visivelmente irritado.

Na postagem junto do vídeo ela escreveu: “Como esse pastor pode se chamar homem de Deus e tratar um membro de sua congregação dessa maneira e não se importa se alguém se ofende”, disse ela.

A mulher que postou o vídeo, que já foi compartilhado mais de 15.000 vezes, diz que a filha e sua amiga, que era a mãe no vídeo, deixaram o culto.

This video speaks for itselfMy daughter and her friend walked out of United Church in Gallatin today after she was pointed out and embarrassed in front of a congregation. The baby in question was 15 months old and just made a peep. Was not crying. As you can see for yourself in this video. How can this pastor call himself a man of God and treat a member of your congregation that way and dont care if anyone is offended. I don't know what is worse, the embarrassing of a member or the fact he did not care if he offended anyone. So sad in a society where we need to bring our young people to God and they are chased off because they have a young child. I'm sorry, but kids make some noise, And this wasn't a noise that was distracting. Now, if she was crying, I can see a problem. My daughter was pretty upset and disappointed because she was looking for a church and found this one to be of her liking. Sadly enough, she is back on her quest to find a church that she can feel at home in and raise her baby with the word of God.Feel free to share so that another young mom is not made to feel this way.

Posted by Lori Kathrine Alger on Sunday, January 19, 2020

“Não sei o que é pior, a vergonha de um membro ou o fato de ele não se importar se ofendeu alguém. Tão triste em uma sociedade onde precisamos levar nossos jovens a Deus e eles são expulsos porque têm um filho pequeno.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui