Menino de 8 anos executa cristão em vídeo do Estado Islâmico

A filmagem horrível mostra uma criança de 8 anos executando um homem cristão em uma área de Borno.

Menino de 8 anos executa cristão em vídeo do Estado Islâmico
Menino de 8 anos executa cristão em vídeo do Estado Islâmico

Um vídeo divulgado pela agência de notícias Amaq do Estado Islâmico, mostra um menino de oito anos executando um cristão nigeriano, em nome do grupo terrorista da Província da África Ocidental do Estado Islâmico (ISWAP), no nordeste da Nigéria.

A filmagem horrível mostra um menino de 8 anos executando um homem cristão em uma área de Borno. O vídeo publicado coincidiu com a execução do pastor Lawan Andimi, líder da Associação Cristã da Nigéria em Michika LGA do estado de Adamawa.

A criança no vídeo, alerta outros cristãos: “Não vamos parar até nos vingarmos de todo o sangue que foi derramado”.

Uma imagem tirada da filmagem angustiante foi compartilhada on-line pelo SITE Intelligence Group, uma organização que rastreia a atividade de grupos jihadistas. A diretora do Grupo de Inteligência do Site, Rita Katz, lamentou sobre o vídeo:

“Não há fim para a imoralidade do Estado Islâmico”.

De acordo com Katz, o vídeo foi gravado em Borno, no nordeste da Nigéria, e o menino é da organização terrorista da Província da África Ocidental do Estado Islâmico (ISWAP).

Embora o Estado Islâmico tenha aumentado seus ataques contra os cristãos nos últimos anos, Katz acrescentou que o vídeo também era uma “reminiscência” dos dias do grupo terrorista de crianças realizando execuções horríveis.

O ISIS usa rotineiramente crianças pequenas, apelidadas de ‘filhotes do califado’, para realizar os assassinatos de prisioneiros em vídeos de propaganda.

O ramo da África Ocidental do Estado Islâmico foi formado depois que uma facção se separou do grupo islâmico nigeriano Boko Haram em 2016.

No mês passado, onze reféns cristãos foram mortos por terroristas da ISWAP em Borno no dia de Natal. O vídeo divulgado no mês passado mostrou 11 cristãos e três muçulmanos. A ISWAP alegou que poupou a vida de dois muçulmanos

O grupo terrorista disse que matou os cativos para vingar o assassinato de seus líderes Abu bakr al-Baghdadi e Abul-Hasan Al-Muhajir no Iraque e na Síria.

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente isso acontecerá até a volta de Cristo! Não há nada que possamos fazer para impedir o que já está predestinado a acontecer a luz das escrituras, a não ser orar por essas pessoas para que elas permaneçam firmes na Fé

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui