Cerca de 8 mil ex-muçulmanos foram batizados em 2019, diz organização missionária

Experientes em evangelismo pessoal eficaz, eles realizam cruzadas e plantação de igrejas domésticas.

Cerca de 8 mil ex-muçulmanos foram batizados em 2019, diz organização missionária
Ex-muçulmanos sendo batizados no Irã mesmo diante de forte perseguição

A organização missionária Bibles for Mideast, divulgou um relatório que pelo menos cerca de oito mil ex-muçulmanos foram batizados em 2019, e mais de 28 igrejas foram abertas no continente Africano e no sul da Ásia.

A missão Bibles for Mideast, que atua com ministros voluntários e várias equipes no Oriente Médio e em alguns outros países da Ásia e da África, informou a abertura de 28 novas igrejas em parceria com a “Assembleia do Deus Amoroso”, com sete delas na África e 10 em outras partes do sul da Ásia.

Experientes em evangelismo pessoal eficaz, eles realizam cruzadas e plantação de igrejas domésticas. Segundo à organização, uma vez estabelecidas as igrejas, ficam sob a direção da Igreja Assembleia de Deus Amoroso (ALG), liderada pelo pastor Peter Haneef.

O pastor Paul, fundador da “Bibles for Mideast” ( Bíblia para o Oriente Médio) ele mesmo é um convertido do Islã, trabalha na vinha do Senhor Jesus Cristo há mais de 40 anos.

Ainda de acordo com à organização “Bibles for Mideast”, o que deixam mais contentes são os bons resultados, mais 9.622 pessoas foram batizadas, e outras 7.932 que deixaram o islamismo para seguir a Jesus e o restante abandonaram o hinduísmo, budismo e outras crenças tribais locais.

O ministério atua também ajudando centenas de famílias que perderam suas casas durante a enchente e catástrofes que aconteceu na Índia em 2018. Duas casas foram construídas e as chaves foram entregues às famílias, enquanto várias outras casas ainda estão sendo construídas.

Apesar da perseguição, a organização explicou que a intolerância religiosa no Irã tem gerado perseguição sobre as igrejas por ele plantadas no país, mas ainda assim celebra os milagres que Jesus tem realizado naquele país.

Um exemplo disso é o testemunho de uma mulher diagnosticada de câncer e se entregou a Jesus no Irã. Após orar com alguns missionários, seu câncer foi curado e logo ela se juntou ao ministério.

A sua cura milagrosa, despertou o furor dos muçulmanos locais tentaram contra sua vida, no entanto, mesmo perseguidos, ela, outros crentes e o pastor da “Bibles for Mideast” vivem sob constantes ameaças de morte. Mas nosso Senhor os manteve a salvo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui