Reino Unido promete defender os cristãos perseguidos no mundo

Cristãos de todo o mundo estão enfrentando perseguição

Reino Unido promete defender os cristãos perseguidos no mundo
Boris Johnson promete defender os cristãos perseguidos no mundo

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, em discurso de Natal prometeu defender os cristãos perseguidos no mundo, afirmando que o governo defenderá o direito dos cristãos de praticar sua fé.

Em sua primeira mensagem de Natal à nação inglesa como primeiro-ministro, o Sr. Johnson declarou: “Hoje, todos os dias, quero que lembremos dos cristãos de todo o mundo que estão enfrentando perseguição. Para eles, o dia de Natal será marcado em particular, em segredo, talvez até em uma cela de prisão.”

Ele acrescentou: “Como primeiro ministro, isso é algo que quero mudar. Nós estamos com os cristãos em todos os lugares, em solidariedade, e defenderemos seu direito de praticar sua fé. ”

Uma série de relatórios recentes destacou como os cristãos se tornaram amplamente alvos de perseguição direcionados em todo o mundo.

Um relatório do Bispo de Truro, para o Ministério de Relações Exteriores elaborado identificou recentemente “um fenômeno global de ataques, alguns tristemente mortais, contra crianças, mulheres e homens cristãos, geralmente das comunidades mais pobres do mundo”. Disse, Johnson.

O relatório do bispo disse que a perseguição se tornou especialmente forte no Oriente Médio. Ele declarou: “Os levantes de 2011 e queda de antigas ditaduras deram lugar ao extremismo religioso que aumentou muito as pressões e perseguições de cristãos no Egito, Síria, Iraque e Líbia”.

Em junho de 2018, o Pew Research Center declarou que, ao longo de 2016, os cristãos sofreram assédio em 144 países. Por esse cálculo, os cristãos emergem como o grupo religioso “mais perseguido” do mundo, um pouco à frente do Islã”.

Em seu discurso, Johnson, enfatizou o significado religioso do dia, tanto na Grã-Bretanha quanto em outros países: ‘O dia de Natal é, antes de tudo, uma celebração do nascimento de Jesus Cristo. É um dia de importância inestimável para bilhões de cristãos.

O porta-voz do primeiro-ministro disse que passaria o dia de Natal no número 10 da Downing Street com sua parceira, Carrie Symonds, e seu cachorro Dilyn.