Morre Reinhard Bonnke, um dos mais populares evangelistas do mundo

O evangelista faleceu cercado pela sua família em Orlando, na Flórida

Morre Reinhard Bonnke, um dos mais populares evangelistas do mundo
Morre Reinhard Bonnke, um dos mais populares evangelistas do mundo

Morreu aos 79 anos na manhã deste sábado (7), o evangelista Reinhard Bonnke, um dos mais populares evangelistas do mundo. Sua morte foi noticiada pelos familiares nas redes sociais.

Em um comunicado no Facebook sua esposa Anni Bonnke, escreveu: “Queridos irmãos e irmãs em Cristo. É com tristeza que a Família Bonnke gostaria de anunciar a morte de nosso amado marido, pai e avô, o evangelista Reinhard Bonnke.

De acordo com a nota, Reinhard Bonnke, faleceu cercado por sua família. Nos últimos 60 anos, ele pregou o glorioso Evangelho de Jesus em todo o mundo. Queremos agradecer em nome dele e de nossa família, por seu amável amor e apoio inabalável, o que lhe permitiu pregar a inigualável mensagem de salvação a inúmeras pessoas. Ele pregou a Jesus. Disse.

Além de sua esposa Annie Bonnke, o evangelista deixa seus três filhos, Kai-Uwe Bonnke, Gabrielle Bonnke e Susie Bonnke, além de oito netos.

Em novembro, Bonnke pediu orações no Facebook, ao comunicar seus seguidores que havia sido submetido a uma cirurgia no osso fêmur direito, ele disse que estava indo bem, mas que precisava levar algumas semanas para aprender a andar novamente.

“Meu espírito está se regozijando, especialmente quando penso em você. Consegui orar por você e suas muitas necessidades e estou pedindo que ore por mim agora. Vou ler todas as respostas e agradeço antecipadamente e em nome de Jesus.” Escreveu na rede social.

O evangelista na década de 1970, fundou a organização Christ for All Nations, que possui escritórios nos Estados Unidos, Brasil, Canadá, Alemanha, República Tcheca, Reino Unido, Nigéria, África do Sul, Cingapura, Austrália e Hong Kong.

Reinhard Bonnke, nos últimos anos de sua vida estava morando em Orlando na Flórida, nos Estados Unidos com sua família no momento de sua morte.