Jogadores do Palmeiras fazem viagem missionária para África

Jogadores do Palmeiras embarcam em viagem missionária na África
Jogadores do Palmeiras embarcam em viagem missionária na África

Os jogadores do Palmeiras Willian e Raphael Veiga, embarcaram em viagem missionária para África em Angola, rumo à ONG Baluarte, um projeto missionário de assistência social no país do continente africano, realizado pelo cantor Marcos Freire.

Após o término da temporada de 2019, Willian e Raphael Veiga viajaram para a Angola para prestar trabalho voluntário. Os jogadores do Palmeiras se juntaram à ONG Baluarte, que desde 2017 trabalha auxiliando povos de diversas nações da África.

“Como é bom ver grandes frutos sendo gerados. Tudo começou há dois anos, confiando e acreditando nesses dois caras comprometidos e ambos com o coração totalmente voltado para essas pessoas. Parabéns, Marcos Freire e Jonnes Queiroz”, disse Willian nesta quinta-feira (12). 

“A ONG Baluarte está crescendo e avançando cada vez mais. É isso que declaramos e cremos, que muitas crianças e famílias serão alcançadas no nome de Jesus!”, acrescentou.

Jogadores do palmeiras na África
Jogadores do palmeiras na África

O meia Raphael Veiga também expressou sua gratidão a Deus nas redes sociais. “Que alegria estar visitando pela primeira vez a ONG Baluarte! Obrigado Jonnes Queiroz e Marcos Freire por viver de perto essa experiência incrível!”, afirmou.

“O coração de cada uma dessas crianças tem me ensinado e inspirado muito! Deus é muito bom!”, completou Raphael.

A ONG Baluarte fornece assistência na alimentação, ensino escolar e da Bíblia para dezenas de crianças angolanas. Sua ativa base em Luanda, capital de Angola, atende cerca de 200 crianças que sofrem com a falta de alimento e estudos.

O projeto Baluarte já recebeu visitas de outros famosos, cantores e artistas, como Priscilla Alcântara, a atriz global Bruna Marquezine e Sasha Meneghel.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito bem. Agora só precisam, além da caridade, fazer o Verdão voltar a ser Verdão de verdade. Continuem este lindo trabalho, já que lá do lado da Gávea, ao invés de darem vida às crianças, eles não taõ nem aí em pagar as famílias das vítimas e olha que dinheiro é o que mais entrou neste clubeco do RJ nestes últimos dias e tempos. Os jogadores do Verdão são diferenciados. Visitam os pobres e fazem caridade, além de deter um título mundial nesta categoria via FIFA também. Parabéns.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui