Bolsonaro pode indicar André Mendonça como ministro evangélico no STF

Bolsonaro pode indicar André Mendonça como ministro evangélico no STF
O ministro evangélico da Advocacia Geral da União, André Mendonça

O presidente Jair Bolsonaro, pode indicar o advogado-geral da União, André Mendonça, para uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), da mais alta Corte do judiciário no Brasil.

O presidente voltou mencionar o advogado evangélico, durante entrevista concedida ao SBT, o chefe do Executivo também destacou o primeiro ano de governo e o trabalho do ministro Sergio Moro.

O presidente Jair Bolsonaro, ressaltou que uma das indicações para o Supremo vai levar em consideração também a questão de ser um evangélico. “Um evangélico vai ser uma pequena mudança no perfil.”

Questionado sobre a possibilidade de também indicar o ministro Sergio Moro, o presidente considerou que pode até ser ele, mas não confirmou se é o mais cotado.

“Você tem que indicar pessoas que possam ser aprovadas. A votação é secreta. Eu nunca tive um compromisso: ‘Vou indicar o Sergio Moro’. Eu falei durante a campanha que seria alguém do perfil dele. Pode até ser ele. Agora, ele está fazendo um excelente trabalho na Justiça. Se ele continuar fazendo um bom trabalho, as chances dele ir para o STF diminuem”, disse, Bolsonaro.

A entrevista foi conduzida pelo apresentador Fernando Rodrigues, do programa Poder em Foco. Na ocasião, Bolsonaro também destacou os pontos positivos do seu primeiro ano de governo.

A criação de 900 mil empregos e o crescimento da confiança no Brasil foram alguns dos destaques. Assista ao vídeo da entrevista.