Rússia promete proteger os cristãos perseguidos, no Oriente Médio

A posição russa deve servir para fortalecer os esforços para apoiar esses cristãos

O primeiro-ministro Viktor Orban e o presidente da Rússia, Vladimir Putin prometem ajudar os cristãos perseguidos do Oriente Médio
O primeiro-ministro Viktor Orban e o presidente da Rússia, Vladimir Putin prometem ajudar os cristãos perseguidos do Oriente Médio

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, prometem proteger os cristãos perseguidos, pela guerra no Oriente Médio, considerado o “berço do cristianismo” no mundo.

Os dois chefes de Estado, se encontraram em uma reunião conjunta com a participação de líderes da igreja do Oriente Médio em Budapeste, no último dia 30 de outubro.

O presidente Putin, demonstrou preocupações sobre o “êxodo em massa de cristãos” nas regiões de conflito no Oriente Médio, e prometeu que a Rússia “fará tudo” para proteger os cristãos que estão ” em perigo por lá, enfrentando perseguição, sendo mortos, estuprados e roubados.

Orban, confirmou na reunião que a Hungria, quer estabelecer uma “aliança internacional” para ajudar os cristãos e outras religiões minoritárias que enfrentam perseguição.

Os cristãos do Oriente Médio, são vítimas de severas perseguições e conflitos violentos. O Patriarca Mor Ignatius Aphrem II da Igreja Ortodoxa Siríaca disse: “Muitas vezes, sentimos que somos abandonados como os cristãos do Oriente Médio. Sentimos que não temos amigos. Que ninguém se importa conosco.

O presidente russo, Já havia dito em 2017, ao Conselho de Bispos de Moscou que espera que a igreja ortodoxa da região, exerça um papel fundamental em ajudar a população da Síria a reconstruir sua nação.

Em 2016, a Hungria criou um departamento focado em aliviar a perseguição de cristãos no Oriente Médio, após uma reunião anterior entre Orban e líderes da igreja, que contou com a presença do Patriarca Aphrem.

A posição da Rússia, deve servir para fortalecer os esforços para apoiar esses cristãos, que há anos sofrem com a perseguição religiosa, conclui à agência cristã Barnabas Fund.

O Barnabas Fund, apoiou muitos projetos para cristãos na Síria, através do Patriarca Aphrem, e outros parceiros do projeto, incluindo programas de alimentação e ajuda de emergência após ataques violentos.

2 COMENTÁRIOS

  1. O meu muito obrigado Russia por intervir nas persrguissões aos cristãos…que Deus continue a abenço a Los!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui