Líder cristão é morto a tiros em atentado na Síria

Líder cristão é morto a tiros em atentado na Síria
Líder cristão é morto a tiros em atentado na Síria

O líder cristão siríaco Hoseb Abraham Bedoian, e seu pai foram mortos a tiros em atentado por dois pistoleiros que emboscaram seu carro na estrada de Qamishli a Deir al-Zor, no nordeste da Síria, em 11 de novembro.

Outro líder da igreja conseguiu escapar dos agressores não identificados, que atacaram o veículo não escoltado por volta do meio-dia. Alguns relatos ligaram os pistoleiros ao ISIS.

Poucas horas depois, três bombas escondidas em motos foram detonadas na cidade de Qamishli, em um ataque coordenado contra comunidades curdas e cristãs, matando pelo menos oito pessoas. Alguns relatos registraram o número mortes cegando a trinta. Mais de 50 ficaram feridas nas explosões.

As bombas foram detonadas por controle remoto em intervalos de cinco minutos. A primeira bom explodiu em Qadurbek, um distrito de maioria de moradores cristãos curdo e tranquilo. A segunda bomba explodiu no coração do mercado da cidade, onde um grande número de cristãos possui propriedades.

O terceiro foi detonado em uma estrada perto de uma igreja e escola cristã. As empresas foram danificadas na terceira explosão, mas nenhuma vítima foi relatada.

Várias bombas semelhantes em veículos e motocicletas foram detonadas em Qamishi ou nas proximidades, nos últimos anos.

*Com informações do Barnabas Fund, uma agência de ajuda à Igreja perseguida, que atuam trabalhando em mais de 60 países ao redor do mundo, onde os cristãos são marginalizados e perseguidos por causa de sua fé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui