Governo do Egito aprova legalização de mais 64 igrejas cristãs

Governo do Egito aprova legalização de mais 64 igrejas cristãs
Governo do Egito aprova legalização de mais 64 igrejas cristãs (Foto: Reprodução/Barnabas Fund)

O governo do Egito, aprovou a legalização de mais 64 igrejas cristãs, no mês de outubro, a organização Barnabas Fund, diz que pelo terceiro mês consecutivo as autoridades egípcias estão progredindo de forma constante, embora lenta.

As aprovações deste décimo primeiro lote, segundo informações da organização de ajuda à Igreja perseguida Barnabas Fund, eleva o número total de licenças de construção para 1.235 dos 3.730 originais solicitados para registro, antes da reunião do comitê no início de 2017.

O lote aprovado no final de setembro deste ano concedeu 62 licenças, foi o menos aprovado desde março com 156 validados. No entanto, pequenos lotes de aprovações agora parecem ser processados ​​todos os meses, em vez de grandes, com intervalos mais longos.

As restrições da era otomana aos edifícios das igrejas que foram revogadas em 2016, mas os longos tempos de processamento das licenças significam que 2.495 edifícios, ainda não são legais para exercer o culto no país.

Em abril de 2019, o primeiro-ministro Mustafa Madbouli deixou claro para o comitê que ele queria que o processo fosse acelerado. Desde sua última reunião em 23 de setembro, o comitê analisou os requisitos de defesa civil que os líderes da igreja haviam reclamado em agosto eram muito rigorosos.

Uma das preocupação das autoridades é a segurança do fiéis nos templos, é importante cumpri-los para proteger vidas e propriedades, segundo os argumentos.

Um total de 2.495 igrejas ainda aguarda aprovação, sob a Lei de Construção e Restauração de Igrejas, que foi introduzida em setembro de 2016. Diversas igrejas já estavam licenciadas antes da entrada em vigor da nova lei.

No Egito é ilegal por lei adorar em um prédio de uma igreja não licenciado, mas até a nova lei ser introduzida em 2016, era extremamente difícil obter essa licença, porém o governo egípcio tem cooperado para a legalização das igrejas no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui