Estátua pagã de Moloque exibida no Coliseu revolta cristãos em Roma

Muitos cristãos se sentiram ofendidos com a exposição

Estátua pagã de Moloque exibida no Coliseu revolta cristãos em Roma
Estátua pagã de Moloque exibida no Coliseu revolta cristãos em Roma

A iniciativa de uma exposição com a estátua pagã do ídolo Moloque, exibida na entrada do Coliseu em Roma, revoltou os turistas cristãos, ao se deparar com imagem no local onde aconteceu os mártires de muitos cristãos, na era do império Romano.

De acordo com o Life Site News, muitos cristãos se sentiram ofendidos com a exposição realizada pela “celebração” da cultura e arte cartaginesas, a civilização que se desenvolveu na Bacia do Mediterrâneo entre o fim do século IX a.C. e meados do século II a.C.

Ficamos empolgados no dia em que decidimos ir ao Coliseu, mas, no momento em que chegamos lá, a vista que nos cumprimentou era horrível. Exposta de guarda em frente à entrada era a colossal estátua pagã de Moloque. Disse a turista, Alexandra Clark.

Foi colocado naquele local privilegiado para que todos que entrassem no Coliseu, tivessem que passar por ele, disse ela, notando que parecia que havia sido colocado lá para zombar de onde os mártires foram massacrados.

O antigo estádio romano foi declarado um local sagrado em 1749 pelo Papa Bento XIV na política oficial da igreja. Posteriormente, foram instaladas estações da Cruz, representando imagens de Jesus Cristo a caminho da cruz, acompanhadas de orações.

Deus fala com repulsa na Bíblia, sobre a adoração dos amonitas à divindade Moloque, que além de ser adorada, crianças eram ofertadas em sacrifícios e queimadas nos rituais pagãos da época.

Então eu porei a minha face contra aquele homem, e contra a sua família, e o extirparei do meio do seu povo, bem como a todos que forem após ele, prostituindo-se com Moloque. Levítico 20:5

A exibição da estátua de Moloque, segue outro incidente em Roma onde símbolos pagãos estavam situados em ou perto de locais e reuniões sagrados. A estátua de Moloque, ficará exposta na entrada do Coliseu até o dia 29 de março de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui