Dois cristãos foram mortos com facão e tiros na Nigéria

Os cristãos representam 51,3% da população da Nigéria

Dois cristãos foram mortos com facão e tiros na Nigéria
Dois cristãos foram mortos com facão e tiros na Nigéria

Nigéria – Na manhã de quinta-feira 14 de novembro, dois cristãos foram mortos, um de 87 anos de idade por facão e outro por tiro, por pastores muçulmanos extremistas Fulani, no sul de Kaduna, disse um morador da área.

Um grupo de pastores extremistas muçulmanos, atacaram predominantemente a vila de Christian Agom, no condado Sanga, no sul de Kaduna, às 4h30, disse o morador da área Gabriel Yakubu ao Morning Star News por mensagem de texto.

Na segunda-feira Kura, 87, e Emmanuel Agom, 48, ambos membros da Igreja Evangélica Reformada de Cristo (ERCC), foram mortos enquanto dormiam em seus quartos, disse ele.

“Os pastores extremistas Fulani cortaram Kura, 87 anos, com um facão até sua morte, enquanto Emmanuel, 48 anos, foi morto a tiros com uma arma”, disse Yakubu. “Senhor, precisamos de suas orações, pois minha vila está pegando fogo e não estamos recebendo nenhuma proteção do governo.”

Foi o primeiro ataque de pastores à vila, a quatro quilômetros da cidade de Gwantu. A igreja do ERCC é a única igreja da vila, disse ele.

Funeral de dois cristãos mortos na vila de Agom, no sul do estado de Kaduna, aconteceu em 14 de novembro de 2019 (Morning Star News)

O ataque não pôde ser confirmado imediatamente pelas autoridades. A Agom está localizada na Wasa Station Road, a oeste de Gwantu, entre as aldeias Kwana Nunbu e Gani Sarki, disse ele.

O condado de Sanga foi o local de um ataque de pastores muçulmanos Fulani em 16 de março que matou 10 cristãos e queimou cerca de 30 casas. Esse ataque também ocorreu quando os moradores da vila de Nandu Gbok estavam dormindo.

O ataque seguiu outros ataques no estado de Kaduna, no sul, que mataram 130 cristãos.

Os cristãos representam 51,3% da população da Nigéria, enquanto os muçulmanos que vivem principalmente no norte e no meio são responsáveis ​​por 45%.

A Nigéria ficou em 12º lugar na Lista Mundial na perseguição do Portas Abertas de 2019 dos países onde os cristãos sofrem mais perseguições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui