Cristãos na China são proibidos de realizar batismos

Cristãos na China são proibidos de realizar batismos
Cristãos na China são proibidos de realizar batismos

Cristãos da província de Zhejiang na China, foram proibidos de realizar batismos pelas autoridades do governo comunista chinês, como parte de novas medidas de controlar as igrejas cristãs legalizadas.

A novas medidas inclui deixar informações com o número de participantes da igreja, horários de cultos, tipos de atividades e localização sob o controle dos oficiais, na tentativa de impedir o crescimento das igrejas já controladas pelo governo.

Mudanças na localização e crescimento da igreja, ajuste dos tempos de cultos e caixas de ofertas também foram proibidos pela China. Outros itens proibidos incluem uma conta bancária individual para a igreja, doações de outros países e batismo.

Segundo informações da organização ChinaAid, as igrejas também são obrigadas deixar uma equipe de supervisão monitorar, agendas das atividades, regulamentos de segurança e equipamento contra incêndio.

Os supervisores do governo nas comunidades locais foram encarregados de supervisionar a implementação desses regulamentos.

Isso ocorre depois que o governo chinês implementou uma versão revisada do Regulamento de Assuntos Religiosos no ano passado. Desde então, as igrejas estão sob crescente escrutínio.

A China na visão comunista, acredita que essas medidas mantêm as igrejas sob controle do governo e impedirão que autoridades estrangeiras usem a religião para derrubar o regime comunista.

A ChinaAid é uma organização que expõe os abusos, a fim de se solidarizar com os cristãos perseguidos e promover a liberdade religiosa, os direitos humanos e o estado de direito na China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui