Tênis ‘Jesus Shoes’ da Nike com água benta esgota em poucos minutos

Tênis 'Jesus Shoes' da Nike com água benta esgota em poucos minutos
Tênis Jesus Shoes da Nike com água benta esgota em poucos minutos

Uma edição limitada do tênis Jesus Shoes da Nike, marca mundialmente conhecida, no valor de US $ 3.000, cheio de água benta e abençoado por um padre, esgotou-se alguns minutos após ser lançado.

A MSCHF, uma marca criativa do Brooklyn criadora do designer, lançou o tênis para zombar da cultura de colaboração entre marcas. “Estávamos pensando, como seria uma colaboração com Jesus Cristo?”, disse o criador da marca, Gabriel Whaley.

A empresa criativa do Brooklyn, MSCHF (EUA), é responsável pelo lançamento do tênis, que é um par do Nike Air Max 97s branco – embora o design não seja de forma alguma afiliado à Nike – ele foi injetado com água benta proveniente do Rio Jordão Israel.

A água, que é visível na sola transparente, tem algumas cores adicionadas para melhorar a visibilidade, disse o criador do sapato à Fox News.

Os Air Max 97s, chamados sucintamente de “ Tênis de Jesus ”, também apresentam o versículo bíblico Mateus 14:25 – a passagem que descreve Jesus andando na água – e uma única gota de sangue para representar o sangue de Cristo.

Entre os outros detalhes religiosos estão as palmilhas com cheiro de incenso, um crucifixo enfiado nos cadarços e uma sola vermelha, que faz referência aos sapatos vermelhos tradicionalmente usados ​​pelos papas do passado.

A própria caixa de sapatos também exibe um anjo e um selo que se assemelha ao selo papal oficial.

Os sapatos, que foram comprados pelo valor de varejo da Nike pelos designers do MSCHF antes de serem reprojetados, faziam parte do desejo da marca MSCHF de zombar da cultura de colaboração.

“Pensamos na colaboração entre o Arizona Iced Tea e a Adidas, onde eles vendiam sapatos que anunciavam uma empresa de bebidas que vende chá gelado em bodegas”, disse Daniel Greenberg ao New York Post. “Então, queríamos fazer uma declaração sobre como a cultura de colaboração absurda se tornou”.

Menos de duas dúzias dos Tênis de Jesus, foram feitos sem planos de criar mais, de acordo com o MSCHF. Embora Gabriel Whaley, fundador da marca, tenha sugerido que pode haver uma “segunda vinda” no futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui