Estado Islâmico usa aplicativo Tik Tok para divulgar vídeos de propaganda

Estado Islâmico usa o app TikTok para recrutar adolescentes

Estado Islâmico usa aplicativo Tik Tok para divulgar vídeos de propaganda
Estado Islâmico usa aplicativo Tik Tok para divulgar vídeos de propaganda (Imagem: Reprodução/TheSun)

O aplicativo chinês de compartilhamento de vídeos TikTok, está sendo usado por militantes do Estado Islâmico para espalhar propaganda para um público mais jovem, de acordo com o Wall Street Journal.

Os apoiadores compartilharam vídeos que mostram combatentes do (EI) com armas e cadáveres sendo exibidos pelas ruas, dizem que alguns dos vídeos publicados nas últimas semanas incluem efeitos de realidade aumentada do TikTok, que transmitem estrelas ou corações sobre o conteúdo.

Outros clipes postados no aplicativo segundo reportagem do TheSun, é amplamente usado por adolescentes para compartilhar conteúdo alegre, apresentavam o ISIS ao lado, de acordo com um relatório do Wall Street Journal .

“Prometemos lealdade até a morte”, cantaram vozes em árabe em um post de propaganda aparentemente publicado nas últimas semanas. Especialistas alertaram que os vídeos eram uma tentativa de fazer lavagem cerebral em jovens.

“A rima, a batida, as letras evocativas e a entrega enérgica são especialmente atraentes para os jovens”, disse Elisabeth Kendall, especialista em extremismo da Universidade de Oxford, ao WSJ.

“Este método cativante de cantar junto para propagar a ideologia do ISIS significa que ele se espalha rapidamente e fica na memória coletiva.

“Tende a ser muito mais eficaz do que sermões ou debates e tratados teológicos”.

O grupo terrorista regularmente usa propaganda espalhada em redes sociais populares como Facebook, Twitter e YouTube para promover sua causa odiosa.

Parece que o TikTok é o último a ser vítima das campanhas de mídia social do grupo.
O aplicativo chinês aumentou em popularidade este ano, com mais de um bilhão de downloads em todo o mundo. Um em cada três usuários tem menos de 18 anos.

Cerca de 24 contas vinculadas ao grupo terrorista, foram flagradas divulgando propaganda por investigadores na agência de inteligência de mídia social Storyful. Eles pretendiam despertar entusiasmo e apoio ao Estado Islâmico e, possivelmente, recrutar militantes.

Além dos clipes revelados por pesquisadores os vídeos também mostraram mulheres que se autodenominavam “jihadistas e orgulhosas”, cercadas por sinais de paz e emojis de coração rosa. Todos os clipes e contas ofensivos foram retirados pelo TikTok por violar seus termos de serviço.

Em um comunicado, um porta-voz do TikTok disse ao The Sun: “O conteúdo que promove organizações terroristas não tem absolutamente nenhum lugar no TikTok.

“Banimos permanentemente essas contas e dispositivos associados assim que identificados e desenvolvemos continuamente controles cada vez mais fortes para detectar proativamente atividades suspeitas.

“Este é um desafio de toda a indústria, complicado por maus atores que procuram burlar as medidas de proteção, mas temos uma equipe dedicada a proteger agressivamente contra comportamentos maliciosos no TikTok”.

Não é a primeira vez que o app TikTok se encontra em água quente sobre o conteúdo carregado em sua plataforma. O aplicativo infantil é o foco de uma investigação do governo sobre os medos de que é um “ímã para pedófilos”.

Algumas das maiores estrelas do TikTok foram acusadas de explorar crianças por presentes, depois que jovens fãs admitiram pagar centenas de libras apenas para conversar com seus ídolos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui