Bolsonaro pede para pastor orar pela imprensa brasileira

Bolsonaro pede para pastor orar pela imprensa brasileira
Bolsonaro pede para pastor orar pela imprensa brasileira

O presidente, Jair Bolsonaro, ao receber uma oração de um pastor nessa terça-feira (8), aproveitou e pediu para o religioso orar pela imprensa brasileira e pelo Brasil, ao sair do Palácio da Alvorada nessa manhã.

O momento se deu em sua costumeira parada para falar com à imprensa, em frente ao Palácio Alvorada, em Brasília, como faz todos os dias. O religioso que se encontrava ao lado de seus apoiadores, teria pedido para orar pelo presidente, o que foi atendido.

O pastor que não foi identificado, em sua oração, pediu para Deus abençoar o Brasil, o presidente e a mídia, para que ela falasse a verdade. O presidente pediu silêncio no momento da oração.

Segundo o portal, Poder 360, o próprio presidente também orou pela à imprensa momentos depois, ao se irritar com a pergunta de uma jornalista sobre tortura em presídios no Pará, e disse que iria orar para que Deus lave a cabeça dessa imprensa fétida.

Ao responder, ele disse que os jornalistas “não viam problemas nos governos anteriores”.

“Só perguntam besteira, só falam besteira!”, disse o presidente. Na porta do carro oficial, completou: “Deixa eu orar aqui agora. Meu Deus –não sou pastor, não. Meu Deus, salve, lave a cabeça dessa imprensa fétida que nós temos. Lave a cabeça deles. Bote coisa boa dentro da cabeça deles”.

Antes de sair, Bolsonaro ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, falou sobre as manchas de óleo que estão atingindo o litoral nordestino. Sobre as investigações da origem do material, ele não acusou nenhum país antes de ter certeza.

O presidente, no entanto, sugeriu que o vazamento poderia ser criminoso. “O volume não está constante, se fosse um navio que tivesse afundado, estaria saindo óleo ainda. Parece que criminosamente algo foi despejado lá”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui