Bolsonaro diz que o Brasil precisa de armas, e fecha acordo com os Árabes

Ninguém quer um Brasil extremamente belicoso, mas que é preciso disse o presidente

Bolsonaro diz que o Brasil precisa de armas, e fecha acordo com os Árabes
Bolsonaro diz que o Brasil precisa de armas, e fecha acordo com os Árabes

Após deixar à (China) neste sábado 26/10, o presidente Jair Bolsonaro, ao desembarcar em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, disse que o Brasil precisa de armas, e fechou acordo com os árabes para o desenvolvimento, produção e comercialização de armamentos.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, fechou dois acordos em Abu Dhabi, sobre cooperação na área de Defesa, cujo conteúdo não foi detalhado pelo Itamaraty. Segundo o presidente, o país precisa se rearmar para ter capacidade de se defender.

Segundo informações da Folha de São Paulo, o presidente disse que: “ninguém quer um Brasil extremamente belicoso”, mas que é preciso “ter um mínimo de poder de dissuasão”, disse o presidente em Abu Dhabi, nos nos Emirados Árabes.

Nos países árabes, o foco deve ser atrair investimentos para as rodadas de privatização e obras de infraestrutura que, no total, podem chegar a R$ 1,3 trilhão, segundo o Itamaraty.

Com os Árabes deve ser assinado também um acordo de assistência mútua em matéria aduaneira, que, embora não tenha efeito imediato nos negócios. Seria mais um sinal de que o país quer agilizar contratos, em um momento em que o Brasil caiu 15 posições no ranking de negócios do Banco Mundial.

A viagem que se iniciou pelo Japão, e após passar pelos, Emirados Árabes, Catar e Arábia Saudita, o retorno do presidente para o Brasil, está marcado para a próxima quinta-feira, dia 30, depois dezesseis dias de viagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui