Filha de missionário brasileiro é brutalmente assassinada na Angola

O corpo da vítima foi encontrado por detrás de umas árvores, nas proximidades da floresta do Sacaála,

Filha de missionário brasileiro é brutalmente assassinada na Angola
Filha de missionário brasileiro é brutalmente assassinada na Angola

Filha de missionário brasileiro é brutalmente assassinada pelo ex-namorado em Huambo, na Angola. A jovem foi morta na última sexta-feira (30), o corpo foi encontrado em uma floresta.

Yelissa Mendes, de 24 anos de idade, estava concluindo um curso de Literatura Inglesa pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) e também era professora de inglês, na empresa Escola Politecnica do Huambo.

A jovem, é filha mais nova do missionário Ismael e sua esposa, Sibeli Mendes Ferreira, o casal moram no país há quase 30 anos, são fundadores e líderes da base da Jocum de Huambo, em Angola.

Segundo informações do site Angola Press, uma fonte informou que por volta das 20h40 desta sexta-feira, Yelissa enviou mensagem à família a comunicando que, apesar de ter saído cedo do serviço, chegaria mais tarde em casa, por ter sido convidada pelo ex-namorado que pretendia liquidar uma dívida financeira.

A ANGOP informa que, na mensagem, a jovem explica que a dívida devia ser paga no bairro do Cambiote, que fica oito quilômetros da cidade de Huambo e, tendo desligado o telefone, deixou preocupada a família.

O corpo da vítima foi encontrado por detrás de umas árvores, nas proximidades da floresta do Sacaála, arredores da cidade do Huambo, e o seu carro foi encontrado no interior da Lagoa do R21, a uma distância de 10 quilômetros do local do crime.

O porta-voz da Polícia Nacional na província do Huambo, inspector-chefe Paulo Chindele Cassinda, disse tratar-se de um crime de homicídio qualificado, sob a forma consumada, sendo que o corpo da jovem foi encontrado pela manhã neste local.

O oficial informou que o ex-namorado, suspeito do crime, encontra-se preso sob custódia das autoridades policiais, enquanto decorre a instauração do processo-crime para, posteriormente, remetê-lo ao Ministério Público.

Através das redes sociais e aplicativos de mensagens amigos se manifestam consternados e pedem orações pela família diante desse momento de intensa dor.

“Oremos pela família dos líderes da base da Jocum / Huambo em Angola Ismael Mendes Ferreira e Sibele, que perderam sua filha mais nova de 24 anos de idade foi assassinada de uma forma brutal.

(Jocum Huambo)