Época reconhece erro em reportagem com mulher de Eduardo Bolsonaro

Revista reconhece erro contra nora do presidente em reportagem

Época reconhece erro em reportagem com mulher de Eduardo Bolsonaro
Época reconhece erro em reportagem com mulher de Eduardo Bolsonaro

Revista Época, após armar uma tremenda cilada jornalística em uma reportagem contra a mulher do deputado, Eduardo Bolsonaro, reconhece o seu “erro”, e pede desculpas à nora do presidente, a psicóloga Heloísa Bolsonaro.

Segundo matéria do, Poder 360, O Conselho Editorial do Grupo Globo, responsável pela publicação da revista Época, divulgou nesta 2ª feira, nota reconhecendo “erro” e “decisão editorial equivocada” na publicação de uma reportagem sobre a mulher do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Heloísa Bolsonaro.

A reportagem “O coaching on-line de Heloísa Bolsonaro: as lições que podem ajudar Eduardo a ser embaixador”, escrita pelo jornalista João Paulo Saconi, foi publicada pela revista na última 6ª feira (13.set.2019). Saconi narra a experiência de vivenciar 5 sessões de coach com Heloísa via webcam.

Segundo a nota divulgada, o Conselho Editorial do Grupo Globo avaliOU que o erro da Época foi “tomar Heloísa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line“.

A revista pondera que a mulher de Eduardo Bolsonaro leva uma vida discreta, não participa de atividades públicas, e que por isso, não pode ser considerada uma figura pública. “Foi um erro de interpretação que só com a repercussão negativa da reportagem se tornou evidente para a revista“, desculpou-se o Grupo Globo.

Entenda o caso:

Eduardo Bolsonaro irá processar ÉPOCA por reportagem forjada

Eduardo Bolsonaro, afirma que sua esposa foi vítima de uma cilada feita pela revista ÉPOCA, na tentativa em extrair informações sobre como sua esposa aconselha homossexuais em suas consultas, no intuito de prejudicar a profissional, à então nora do presidente.

A nota contudo, talvez não livre os reponsáveis pela publicação de sofrer retaliação judicial da família Bolsonaro, uma vez que até o presidente saiu em defesa de sua nora, e inclusive o prórprio Eduardo Bolsonaro, disse que vai entrar na justiça contra os editores e o jornalista que se passou por homossexual para enganar sua esposa em consultas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quem diria, a emissora oficial das ditaduras, se contrapondo aos ditadores e trapaceiros do desastre econômico e político do Rio de Janeiro.
    Que agora corre o risco de contaminar o país inteiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui