Jogadores agradecem a Deus pela vitória na Copa América

Cebolinha disse que só tem “a agradecer a Deus por esse momento”

Jogadores agradecem a Deus pela vitória na Copa América
Jogadores agradecem a Deus pela vitória na Copa América

Os jogadores da seleção Brasileira, usaram as redes sociais para agradecer a Deus, pela vitória do Brasil na Copa América, por 3 a 1, contra o Peru no Maracanã neste domingo (7), muitos deles evangélicos expressaram sua gratidão postando versículos.

Os agradecimentos começaram dentro do campo, durante a partida na noite deste domigo que deu a vitória ao Brasil, os gols eram comemorados com gestos e manifestações de fé, autor do primeiro gol no jogo, Cebolinha disse que só tem “a agradecer a Deus por esse momento” e à toda sua família.

Nas redes sociais o atacante escreveu: “Quantas vezes alguém fala por aí – Que o gigante em sua vida é tão grande – E o melhor que você faz é desistir – Mas não desista porque Deus está bradando – E vai soprar seu nome em todo o universo – Muita gente vai ficar surpreendida – Quando ver na sua vida Deus fazer sucesso”, legendou Cebolinha.

O evangélico Thiago Silva, que saiu de uma lesão ao título, também usou o Instagram para agradecer a Deus pela vitória. “Toda honra e glória a Ele, nosso Deus. Agradeço todo apoio que recebi da minha família, dos meus fãs, meus companheiros, comissão técnica e de toda torcida brasileira!”, destacou.

Alisson eleito o melhor goleiro
Alisson eleito o melhor goleiro

Alisson que fez uma ótima campanha e eleito como melhor goleiro, também manifestou sua gratidão a Deus: “Primeiro sentimento que vem é de gratidão a Deus, por ter me dado muita sabedoria para lidar com críticas e elogios. Pessoas que tiveram a confiança de me colocar para jogar”, lembrou o goleiro.

Bolsonaro entra em campo e comemora a vitória do Brasil com Jogadores

O presidente Jair Bolsonaro, entrou em campo para comemorar a vitória com os jogadores, e chegou até publicar em sua conta no Twitter, um vídeo de sua entrada histórica no estádio do Maracanã, em comemoração do nono título da seleção na Copa América.