Torre de oração dos cristãos é destruída pelo governo no Nepal

Torre de oração dos cristãos
Torre de oração dos cristãos é destruída no Nepal

Torre de oração dos cristãos construída na floresta, é destruída pelo Governo no Nepal, a situação revela que a perseguição aos cristãos no país, tem piorado drasticamente, vários incidentes foram registrados nos últimos meses.

A demolição aconteceu sem qualquer aviso prévio. “Eles sequer permitiram que fizéssemos fotos ou vídeos durante a destruição das cabanas”, contou o missionário.

A “Torre de Oração Batase”, foi construída na floresta no município de Nawalparasi, no início desse mês. O local era composto de seis ou sete pequenas cabanas de madeira, chapa de zinco e ferro, incluindo banheiros e tanque de água. E os cristãos se reuniam ali para cultos e orações.

O governo alegou que não havia permissão para a construção nessa área de floresta, e embora os líderes da igreja não tivessem documentos adequados para isso, tinham a permissão dos funcionários do Ministério da Floresta, uma vez que havia também mosteiros e templos budistas construídos no mesmo local.

A perseguição aos cristãos vem aumentando no Nepal. Segundo a Portas Abertas, foram 36 incidentes nos quatro primeiros meses. Há seis casos são de pessoas que foram forçadas a sair de casa por causa de sua fé, 3 incidentes de boicote social, 4 de abuso físico e 2 casos de detenção pela Polícia.

Um dos casos que coloca o Nepal em perseguição severa aconteceu uma semana antes da demolição da Torre de Oração. “Há poucos dias, autoridades do governo invadiram violentamente o Hospital Ananda Ban, administrado por um ONG internacional que trata de leprosos”, contou o missionário.

O governo acusou o hospital de pregar o evangelho e tentar converter as pessoas ao cristianismo em troca de tratamentos gratuitos. “Eles também queimaram 30 Bíblias no pátio do hospital, gerando um caos entre pacientes, médicos e funcionários. A reputação do hospital foi abalada e a equipe está trabalhando sob forte pressão e medo”, explicou.

Em 21 de junho, um outro cristão foi preso sob a acusação de tentativa de conversão, porque estava compartilhando sobre a fé cristã com moradores de uma vila, com base em uma queixa feita por dois meninos da aldeia. Além dele, outro menino, Hari Singh Sunar, também está sob custódia da polícia e podem ser processados a qualquer momento.

A Lei Criminal do Nepal proíbe a conversão ou o proselitismo religioso forçado. Culpados de tal crime, cristãos podem ser presos por cinco anos e multadas 50 mil rúpias, conforme o ato. Esse projeto de lei promulgado há dois anos está sendo implementado e usado fortemente contra cristãos que falam sobre o cristianismo ou estão administrando qualquer ONG entre a população mais carente.

O Nepal está em 32º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2019, que classifica os 50 países que mais perseguem cristãos no mundo. O país de maioria hinduísta tem cerca de 29,6 milhões de habitantes. Destes, 66,5% é hinduísta, e 4,1% é cristão.

Com informações de Portas Abertas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui