Pastor é preso por operar rádio pirata em igreja evangélica de Piracicaba

Pastor operava rádio pirata, dentro da Igreja Evangélica Catedral dos Milagres em Piraciba (SP)

Pastor operava rádio pirata, dentro da Igreja Evangélica Catedral dos Milagres em Piraciba (SP)
Pastor operava rádio pirata, dentro da Igreja Evangélica Catedral dos Milagres em Piraciba (SP)

Um pastor foi preso nesta terça-feira (11), por oeprar rádio pirata na igreja evangélica, Catedral Dos Milagres Cdm, na cidade de Piracicaba (SP), outras duas rádios clandestinas operadas por evangélicos foram fechadas na ação da políca.

De acordo com informações do portal G1, a Polícia Civil e uma equipe da (Anatel), fecharam três rádios piratas de conteúdo religioso que operavam em Piracicaba (SP). Equipamentos foram apreendidos e levados para o 4º Distrito Policial (DP).

Uma das rádios funcionava na Igreja Catedral dos Milagres, na Vila Rezende, onde os policiais do 4º DP apreenderam dois transmissores.

Segundo os policiais, o pastor que atendeu a equipe admitiu que operava a programação e foi preso em flagrante. Ele arcou com uma fiança de R$ 1 mil e responderá em liberdade por desenvolver clandestinamente atividade de telecomunicação.

Outra rádio transmitia de dentro de uma casa no bairro Vem Viver, onde também foram encontrados um notebook, uma mesa de som e um transmissor. O morador do imóvel informou aos policiais que os equipamentos são de um bispo, que será investigado.

A terceira rádio clandestina ficava no Jardim Califórnia, local em que um transmissor e uma antena foram apreendidos. Questionada pelos policiais, a moradora afirmou que desconhecia o transmissor e que a antena é de um pastor.

Segundo a investigação, todas as rádios não tinham autorização da Anatel para funcionar. A operação foi conduzida pelo delegado Daniel Pinho da Torre.

Após serem ouvidos, os moradores dos imóveis no Jardim Califórnia e no Vem Viver foram liberados. Já o pastor e o bispo que não foram localizados serão investigados.

Em nota, a Igreja Catedral dos Milagres, alegou que não tem nada a ver com o ocorrido, segundo o homem preso, não é o pastor principal da igreja, mas um membro que tem direito à palavra em alguns momentos dos cultos.

Amigo De Cristo Noticias / informações G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui