Pastor da Assembleia de Deus proíbe corte de cabelo e Televisão

Pastor da Assembleia de Deus proíbe corte de cabelo e Televisão
Pastor da Assembleia de Deus proíbe corte de cabelo e Televisão

O pastor Sebastião Rodrigues de Souza, da Assembleia de Deus no (MS), divulgou uma resolução, que proíbe os fieis à corte de cabelo, ver televisão, e entre outros pontos sobre conduta de usos e costumes, causando grande polêmica.

Sebastião Rodrigues de Souza, é o atual 1º vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), e após publicar essa resolução, fieis da (AD) de várias partes do Brasil, se manifestram contra a decisão conservadora linha dura do religioso.

No JMnoticias, portal do jornalista cristão, Ricardo Costa, o tema foi bastante debatido e seguido de questionamentos e ctíticas, sobre o retrocesso da Resolução da Mesa Diretora nº 04/2019, a cerca da conduta de usos e costumes na igreja.

O texto pede aos membros das igrejas da Convenção para se abster de algumas costumes. Aos homens, fica proibido o uso de cabelos compridos ou cortes extravagantes. Barba grande, cavanhaque, brinco, piercings, shorts, bermudas e camisetas regatas também não são permitidos.

Para as mulheres fica proíbido usar “traje masculino”, roupa curta, roupa transparente, decotes exagerados, uso de pinturas, sobrancelhas desenhadas e cortar os cabelos.

Para ambos os sexos fica indicado se abster de assistir televisão, usar bateria nos cultos, praticar qualquer tipo de jogo (até mesmo bola), e “divertimentos mundanos”, incluindo o cinema.

As recomendações veem acompanhadas de versículos de I Coríntios 11: 14 e 15, além de I João 2:15 e 2 Timóteo 2:25 e 26.

resolução cortar cabelo e televisão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui