Pastor é preso acusado de estuprar meninas de 11 anos em MS

Pastor é preso acusado de estuprar meninas de 11 anos
Pastor é preso acusado de estuprar meninas de 11 anos

Um pastor de 62 anos, foi preso acusado de estuprar duas meninas de 11 anos, em Campo Grande. Segundo a polícia, ele oferecia dinheiro e chocolate para conquistar a confiança da família.

O homem de 62 anos, era pastor evangélico, e teve a prisão preventiva decretada desde 2017, porém, a investigação somente descobriu o paradeiro dele na semana anterior.

Ao G1 a delegada Marília de Brito, titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente (Depca), disse que o primeiro registro ocorreu no dia 15 de setembro de 2017. Na ocasião a mãe disse que estranhou o fato do idoso estar “dando muitos presentes” para filha dela. A mulher então deixou o homem entrar no imóvel, quando se escondeu e então teria presenciado ele passando a mão na menina.

Já no dia 26 do mesmo mês e ano, houve outra registro na delegacia. A mãe desta vítima também prestou depoimento, ressaltando que o pastor foi ao local e depois a menina contou o que teria acontecido tanto para ela quanto o pai, afirmando que o suspeito tirou a roupa dela e cometeu abuso.

A Depca instaurou inquérito e, no início de 2018, foi encaminhado ao Ministério Público. Na última sexta-feira (24), por volta das 15h (de MS), a Polícia Militar (PM) foi acionada pela 7ª Vara Criminal e cumpriu o mandado, levando ele para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

A polícia acredita que ele possa ter feito outras vítimas, já que passou por diversas igrejas, além do condomínio onde morava. A pena para estupro de vulnerável pode chegar a 15 anos de reclusão.