Pastor acusado de dar calote em travesti se defende: Foi armação!

Pastor acusado de dar calote em travesti se defende, foi armação!
Pastor acusado de dar calote em travesti

O pastor Deivid Gomes, da Igreja Assembleia de Deus (PE), que recentemente foi acusado por um travesti sobre uma dívida referente a um programa, se defendeu das acusações e disse ser uma armação contra sua pessoa.

Em um vídeo publicado em sua página do Facebook, ao lado de sua esposa, Elizabete Gomes, explicou o ocorrido,“Esse travesti foi pago por uma pessoa muito maldosa, que não teme à Deus, que profanou a casa de Deus. É uma pessoa invejosa”, afirma o religioso.

+Travesti invade culto de igreja e cobra programa de pastor

Ainda segundo o pastor, ele vem sendo vítima de ataques em grupos de WhatsApp, com montagens de fotos extraídas a partir de suas redes sociais, forjando supostas conversas entre ele e uma pessoa, e que tudo isso não passa de um levante do diabo, para denegrir sua imagem, devido ao sucesso no trabalho de resgatar almas.

A esposa do pastor, Elizabete Gomes, acredita piamente que a pessoa que fez a filmagem foi paga, uma vez que ela foi muito rápida em flagrar a cena, e perguntar qual seria o nome do pastor, que segundo ela, seria para fortalecer a veracidade da treta, ou conspiração contra seu esposo.

No decorrer do vídeo, o casal diz ter recebido o apoio de outros pastores, que entenderam que tudo não passou de uma armação, e que seguem juntos fortalecidos, e diz para a pessoa que articulou tudo isso, que ela está perdoada, quero ver ela morar no céu, disse o pastor.

Assita ao vídeo e tire suas conclusões…