Chefe de polícia cristão evangeliza cantando músicas com os presos

Delegado evangélico evangeliza os presos cantando músicas que falam sobre o amor Deus

Chefe de polícia cristão evangeliza cantando músicas com os presos
Chefe de polícia cristão evangeliza cantando músicas com os presos

O chefe de polícia cristão, Deon Boudreaux, nas batidas de seu violão na delegacia de Port Barre, em Louisiana no Estados Unidos, evangeliza os presos cantando músicas que falam sobre o amor de Deus.

Como sempre mais uma história tocante, publicada pelo Portal Guiame, que atualmente é considerado, um dos maiores portais cristão do Brasil. Então vamo bora conferir a notícia.

Cantando junto com dois detentos, o chefe Deon embala na canção do cantor americano Dallas Holm, “I Don’t Know What You Came to Do”, tradução da letra diz; “Eu não sei o que você veio fazer aqui, mas eu vim para louvar o Senhor”.

Deon Boudreaux faz um gesto raro em um mundo, segundo ele, repleto de pessoas talentosas que passam suas noites atrás das grades.

“Como somos um pequeno departamento de polícia, gosto de passar um tempo conversando com esses caras, conhecê-los e saber o que os trouxe aqui”, disse Boudreaux a KLFY-TV.

Embora alguns dos presidiários tenham sido apresentados à mensagem de redenção em Cristo, o delegado afirma que isso não os livra de cumprir suas penas.

“Embora eu seja um oficial da lei, também sou cristão e eles sabem disso”, disse ele. “Eu cumpro a lei mas, ao mesmo tempo, pratico minha fé como Jesus disse em João 13: 34-35

O versículo citado pelo delegado diz: “Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros”.

Boudreaux disse que os detentos mais confiáveis ajudam a manter a prisão funcionando como parte de um programa de trabalho voluntário que vem com alguns privilégios, em vez de ficarem confinados em suas celas durante todo o dia.

“No fim do dia, tocamos um pouco de música juntos”, ele conta. “Eu também converso com eles e compartilho a palavra de Deus”.

Boudreaux acredita que seu tempo gasto com os presos pode ajudá-los em sua reabilitação e oferece a eles esperança para uma vida nova quando estiverem fora da prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui