Mulher é presa após invadir igreja armada, carregando um bebê

Ela proferia palavras como “o arrebatamento”, “mártires”, e sobre explodir a igreja

Mulher é presa após invadir igreja armada, carregando um bebê
Mulher é presa após invadir igreja armada, carregando um bebê

Uma mulher foi presa, após invadir uma igreja armada e carregando um bebê de 10 meses, o incidente aconteceu na Igreja Clairemont church, em San Diego, no estado da Califórnia (EUA), no último domingo de Páscoa. A mulher foi contida pelos fiéis.

“Estávamos prestes a terminar o culto, e uma mulher entrou com uma arma e começou a falar coisas delirantes”, Ela proferia palavras como “o arrebatamento”, “mártires”, e sobre explodir a igreja, disse Ronald Farmer, um dos fiéis, ao Foxnews San Diego.

Testemunhas disseram que as ameças, se resumiam a “palavras aleatórias”, enquanto ela apontava a arma para qualquer um que se aproximasse dela, vários fiéis conseguiram sair do prédio.

David Michael Miller, membro da marinha dos EUA, explicou como ela acabou sendo imobilizada: “Eu estava me aproximando lentamente vendo eles falar com ela. Ela estava muito apreensiva apontando a arma para eles, apontando a arma para seu bebê, dizendo que não cheguem mais perto.

Miller estava entre os fiéis, que agarraram a mulher, tirando a arma e a criança dela e segurando-a até a polícia chegar.

A mulher foi identificada como Anna Conkey, de 31 anos, mãe de dois filhos e serviu a Marinha, e havia trabalhado como jornalista freelancer para a NBC San Diego.

Horas antes de invadir a igreja, ela teria enviado um e-mail para a NBC San Diego, alegando que tinha uma “dica de notícia”, supostamente deixando revelar que ela, era a suspeita, segue o e-mail:

Há uma mulher que afirma ser o Messias, dizendo que ela foi enviada para explodir os alicerces da Igreja – ela tem uma arma e uma criança está envolvida. O endereço é 4350 Mount Everest Blvd San Diego, CA 92117. Há cerca de 70 pessoas no auditório da escola onde o serviço da igreja é realizado.

Além do e-mail enviado para emissora NBC, ela também postou um versículo em seu perfil do Facebook, Anna Conkei, sobre Zacarias, em que uma usuária disse, “Isso explica tudo”:

Porque os ídolos têm falado vaidade, e os adivinhos têm visto mentira, e contam sonhos falsos; com vaidade consolam, por isso seguem o seu caminho como ovelhas; estão aflitos, porque não há pastor. (Zacarias 10:2)

Os membros da igreja disseram que Anna Conkey, já havia frequentado à igreja, ao passar por alguns problemas tempos atrás.

“Sabíamos quem ela era”. “Ela vinha para os cultos, ficava um pouco e ia embora. E nós estávamos orando por ela, porque queríamos vê-la liberta”, disse o líder da igreja, Ben Wisan à NBC News.

O bebê de 10 meses, e sua outra filha de cinco anos, que estava em uma creche nas proximidades, foram levados sob custódia, da Child Protective Services. Anna Conkey foi acusada de fazer ameaças criminosas e exibir uma arma.

Cães farejadores de bombas foram levados para o local, mas aparentemente não encontraram nada, enquanto a arma que ela usava não estava carregada, apesar de tudo ninguém ficou ferido.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui