Evangélica é presa após destruir igreja católica no Ceará

A evangélica havia feito promessa de destruir imagens feitas pelas mãos dos homens

Evangélica é presa após destruir igreja católica no Ceará
Evangélica é presa após destruir igreja católica no Ceará

Uma mulher evangélica de 45 anos, foi presa após invadir e destruir a  matriz da igreja católica de São Gonçalo Do Amarante em Umari, no interior do Ceará. Ela destruiu quadros e imagens de santos. O ocorrido virou caso de polícia.

O incidente aconteceu no último dia 28 de março de 2019, enfurecida a mulher usou um paralelepípedo, quebrando 18 imagens sacras, sendo três delas do século XVIII, além de sete quadros da Via-Sacra. As imagens viraram pó, segundo informou o portal Novo Dia Notícias.

Fiéis tentaram conter Maria Leite Araújo Brasil, de 45 anos, mesmo com ameaças, mas isso só foi possível após a chegada da Polícia Militar.

A evengélica, Maria afirmou aos PMs que havia feito promessa de “destruir imagens feitas pelas mãos dos homens que estão provocando guerras no Mundo”. Separada do marido, Maria tornou-se fervorosa frequentadora de um templo da Assembléia de Deus na cidade de Umari.

A mulher foi dominada e encaminhada à Delegacia Regional da Polícia Civil de Icó (a 375 Km de Fortaleza), onde o delegado-regional José Gonçalves de Almeida oficializou o flagrante por crimes de danos e violação de templo religioso.

O pároco José Luismar Rodrigues, comentou sobre o caso: “Ela causou danos materiais, espirituais, religiosos e também culturais”. Afirmou o padre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui