Homem que esteve no inferno diz que nem todos os pecados são iguais

Bill Wiese homem que esteve no inferno
Homem que esteve no inferno diz que nem todos os pecados são iguais

Homem que esteve no inferno o autor do livro 23 Minutes in Hell (23 Minutos no inferno), Bill Wiese explicou em um vídeo que nem todos os pecados são iguais, que existe diferentes punições deacordo com a gravidade do pecado.

No livro Bill Wiese afirma ter tido uma experiência fora do corpo que o levou ao inferno, onde foi torturado e eventualmente resgatado por Jesus, que disse a Bill para contar a todos sua experiência. Você pode assistir o vídeo aqui.

Você já ouviu uma pessoa dizer: “Deus vê todo pecado do mesmo jeito. Um pecado não é pior que o outro? ”Todos já ouvimos isso antes, mas você sabia que isso não é verdade? Há um pecado que é maior em grau de iniqüidade, portanto, merece uma punição maior. Pense em alguém como Hitler versus um ladrão comum. Você concordaria que Hitler seria merecedor de uma punição muito maior se houvesse alguma justiça?

Quanto aos graus de punição, em João 19: 10-11, Pilatos disse a Jesus: “Você não fala comigo? Você não sabe que eu tenho poder para crucificá-lo e tenho poder para libertá-lo? ”Jesus respondeu:“ Você não poderia ter poder algum contra mim, a não ser que lhe fosse dado de cima. Portanto, aquele que me entregou a você tem o maior pecado ”.

Mesmo que Pilatos pudesse matar Jesus, aquele que entregou Jesus a Pilatos foi culpado de um pecado maior. Essa declaração infere um pecado menor. Em Mateus 23:14, Jesus disse: “Você receberá a maior condenação”. Novamente, isso infere uma condenação menor. No livro da Teologia Sistemática, a página 1143 declara: “Ele implica que haverá graus de punição.” Em Mateus 10:15, Jesus novamente disse: “Será mais tolerável para Sodoma e Gomorra no Dia do Juízo do que para aquela cidade. ”Isso também infere um menos tolerável. Hebreus 10:29 diz: “De quão pior de um castigo.”

Em Gênesis 18:20, diz: “Porque o pecado deles é muito grave.” Observe o adjetivo “muito”. Provérbios 6: 16-17 diz: “Estas seis coisas o Senhor odeia. Sim, sete são uma abominação para ele. ”Comentário da Bíblia de Nelson, página 751 diz:“ A palavra ódio progride para abominação ”. Em outras palavras, ela progride para um pecado pior. Em Lucas 12: 46-48, menciona um servo espancado com muitas listras ou espancado com poucos, dependendo da gravidade do pecado. Mateus 12:45 diz: “E o último estado do homem é pior do que o primeiro. Assim será com esta geração. ”Isso indica uma punição mais severa para aquela geração porque eles viram Jesus e Seus milagres e muitos ainda O negaram.

Em 2 Coríntios 11:15, diz: “De quem será o fim segundo as suas obras”. As pessoas são julgadas de acordo com suas obras. Mateus 7: 3 diz: “E por que vês o argueiro que está no olho do teu irmão, mas não consideras o raio que está no teu olho?” Isso indica graus de culpa. A Bíblia deixa claro que Deus não vê todos os pecados da mesma forma.

Para ser claro: uma pessoa não é salva porque ela pecar menos que outra pessoa. Nós somos salvos somente pela graça através da fé em Jesus Cristo. Porque Deus nos ama, Ele enviou Jesus para morrer em nosso lugar por nossos pecados e ressuscitou dos mortos. Jesus disse em João 14: 6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim”. Não é o nosso pecado que nos envia ao inferno. É a rejeição da provisão pelos nossos pecados que condena uma pessoa ao inferno. É a escolha de uma pessoa. Jesus disse em Mateus 12:37: “Por tuas palavras, serás justificado e por tuas palavras serás condenado”.

Felizmente, os crentes sabem que, se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 João 1: 9).

Fonte: www.23MinutesinHell.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui