Deputada evangélica protocola CPI para punir responsáveis em Brumadinho

Deputada evangélica Joice Hasselmann, quer responsáveis pela tragédia de Brumadinho na cadeia

Deputada evangélica protocola CPI para punir responsáveis em Brumadinho
Deputada evangélica protocola CPI para punir responsáveis em Brumadinho

A deputada evangélica Joice Hasselmann (PSL-SP), protocolou na Câmara dos Deputados um pedido para abertura da CPI de Brumadinho, para punir os responsáveis do rompimento da barragem da Vale em Minas Gerais.

O pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para que as responsabilidades da empresa Vale e a omissão das autoridades de Minas Gerais sejam delineadas e os culpados, presos, aconteceu no primeiro dia de trabalho dos parlamentares empossados para a nova legislatura, na última segunda-feira, 04 de fevereiro.

“Acabei de protocolar o pedido para abertura CPI de Brumadinho. Vamos punir os responsáveis!”, escreveu Hasselmann no Twitter, marcando os parlamentares que são coautores do pedido de CPI, Altineu Côrtes (PP-RJ), Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) e Carlos Sampaio (PSDB-SP).

Em um vídeo publicado nas redes sociais, a deputada evangélica afirmou que a tentativa de instalar a CPI de Brumadinho se justifica pois não pode haver impunidade diante do enorme prejuízo às famílias e ao meio ambiente, e dessa forma, evitar que se repita. “Vamos trabalhar para que outros crimes como esse não aconteçam. É a responsabilidade que nós temos com o país”, afirmou.

“A gente trabalhou muito, coletando as assinaturas todas. […] São mais de 200 para que não haja possibilidade de barrarem por qualquer outro motivo essa CPI”, acrescentou a parlamentar.

No Plenário da Câmara, Joice Hasselmann também fez um discurso reafirmando a determinação em investigar a tragédia de Brumadinho, e prometeu “investigar o crime que foi acontecido naquela região e que vitimou centenas de pessoas”, e acrescentou: “Será uma CPI que não terá preço, que não se comprará pressão e que vai fazer justiça”.

Na última quarta-feira, 06 de fevereiro, a deputada voltou a falar sobre o caso no Twitter e disse que “a PF identificou troca de e-mails que comprovam que a VALE sabia dos problemas dos sensores 2 dias antes da tragédia”, e cobrou a instalação imediata da CPI: “Os donos e gestores da Vale devem ser interrogados o mais rápido possível!”, enfatizou.

Fonte: Gospel Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor introduza o seu endereço de email aqui