Casal troca festa de casamento por jantar beneficente

Casal troca festa de casamento por jantar beneficente
Casal troca festa de casamento por jantar beneficente

Um casal do Espírito Santo, emocionou familiares e amigos ao decidir trocar a festa de casamento por um jantar beneficente para famílias carentes de que atende um Centro Social na cidade de Guarapari no (ES).

Ana Paula Meriguete, e Victor Ribeiro, disse que a decisão de fazer um jantar solidário surgiu após dias de oração em conjunto. Além disso, uma música religiosa ajudou o casal a se inspirar.

A cerimônia religiosa, aconteceu no dia 16 de fevereiro, já a festa de casamento aconteceu uma semana depois com os convidados desconhecidos. A iniciativa, que foi vista como uma loucura por algumas pessoas próximas, acabou caindo nas graças dos familiares, que também participaram do jantar.

Para o casal, que já tinha o hábito de se envolver em ações sociais, como ceia de Natal e café da manhã para moradores de rua, a “festa de casamento solidária” foi ainda mais especial que todas as experiências anteriores.

“Não foi mais uma ação solidária. Para mim, foi marcante do início ao fim. Quando a primeira família entrou, a gente se emocionou bastante. E eu sei que foi muito importante e emocionante para eles também”, falou Ana Paula.

“Durante o jantar, as crianças e até os pais delas vinham nos abraçar e dar os parabéns. A gente vivenciou aquilo realmente como a nossa festa de casamento”, completou Victor. “Abri mão de algo em troca da paz que Deus deixou no meu coração”, disse a jovem Ana Paula ao G1.

Familias carente no jantar de casamento
Familias carente no jantar de casamento

O jantar para cerca de 160 pessoas do Centro Social de Santa Mônica aconteceu na noite de quinta-feira (21), com ajuda de familiares e amigos dos noivos. Os convidados foram as crianças atendidas pelo projeto e seus familiares.

Diante da experiência, Victor e Ana Paula tiveram certeza de que fizeram a escolha certa, em ter usado o dinheiro que seria gasto em uma recepção de luxo para promover o jantar beneficente.

“A gente recebe muito mais do que dá. A gente saiu de lá muito preenchido. Quando terminou o jantar, a gente olhou um para o outro e foi uma sensação de realização. O sentimento é de gratidão”, concluiu Victor para o G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome