Três pastores são atacados em quatro dias na Índia

Três pastores são atacados em quatro dias na Índia
Três pastores são atacados em quatro dias na Índia

Três pastores foram atacados em um período de quatro dias, de 28 a 31 de março, os pastores foram agredidos, evidenciando a crescente pressão sobre cristãos na Índia. No último dia 28, por volta das 15h30, o pastor Jose Prakash estava dirigindo um culto de batismo na igreja ECI em Hariharpur, no distrito de Fatehpur, em Uttar Pradesh, na Índia.

Enquanto as pessoas estavam se preparando para o culto, um grupo de extremistas hindus apareceu de repente e começou a agredir fisicamente os cristãos. O pastor Jose e dois outros irmãos ficaram seriamente feridos e foram levados ao hospital mais próximo. Um documento similar a um boletim de ocorrência foi registrado contra os culpados.

Pastor tem dedos decepados
No mesmo dia, em Kesalingayapally, Maidakur, no distrito de Kadapa, em Andhra Pradesh, o líder de um vilarejo fez quadros enormes com mensagens dizendo que pregação de religião estrangeira é proibido na aldeia. Exemplares do livro hindu Bhagavad Gita foram distribuídos em cada casa, e reuniões de ensinamentos desse livro começaram a acontecer todas as noites. Os cristãos da região estão sob constante pressão, ameaça e vigilância.
Pastor tem dedos decepados

Depois, no dia 30, em Renta Chintala, Guntur, em Andhra Pradesh, o pastor Maddira Kottireddy, de 54 anos, foi atacado com um machado por agressores não identificados. Eles tentaram matá-lo cortando sua nuca com o machado. O pastor foi atingido no estômago, ombros, rosto e mãos, conforme lutava para salvar a própria vida. Quando tentou se defender usando as mãos, os agressores deceparam seus dedos. Ele estava totalmente ensanguentado quando membros da sua família o levaram ao hospital. O incidente aconteceu às 22h30 quando o pastor estava dormindo sozinho do lado de fora da sua casa.

O pastor Kottireddy é um evangelista conhecido por visitar os vilarejos da redondeza de bicicleta, compartilhando o evangelho. Ele já havia sido ameaçado várias vezes por extremistas hindus caso continuasse seu ministério. Ele acredita que os agressores são aqueles que o ameaçaram. Ele ainda está em estado gravo. Um boletim de ocorrência foi registrado e uma investigação está em curso. O pastor Kottireddy é casado e tem quatro filhos.

Pastor é apedrejado

No dia 31 de março, enquanto o pastor Sundar Singh dirigia um culto de jejum e oração na Igreja AG em Dhamapuri, Tamil Nadu, duas vizinhas da igreja atiraram pedras nele. Ele ficou ferido e teve que ser levado ao hospital. A moto que ele usa para seu trabalho missionário também foi danificada no ataque.

Continue orando pelos nossos irmãos indianos. De modo especial, por esses três pastores que foram atacados, suas famílias e igrejas. Interceda por todos os líderes cristãos em áreas rurais, pois muitos têm sido objeto de ataques violentos. Que sejamos um com a Igreja Perseguida da Índia, país que ocupa a 11ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018. Eles contam com suas orações! *Fonte: Portas Abertas

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here