Cristão recebe 36 chibatadas por venda de bebida alcoólica

Cristão é castigado com 36 chibatadas por vender bebida alcoólica
Cristão é castigado com 36 chibatadas por vender bebida alcoólica

Um cristão foi castigado com 36 chibatadas em público por ter vendido bebida alcoólica, a sentença foi executada nesta sexta-feira em Aceh, a única província da indonésia a aplicar a lei islâmica.

Jono Simbolon é a terceira pessoa não muçulmana a receber chibatadas desde 2001, quando a lei islâmica começou a ser aplicada nesta região do extremo-norte da ilha de Sumatra.

Naquele ano, Aceh obteve certa autonomia do governo central de Jacarta para encerrar várias décadas de rebelião separatista.

A sentença foi executada em uma tribuna, onde o condenado recebeu uma primeira rodada de dez golpes nas costas entre os aplausos do público.

A série foi interrompida para que o homem fosse examinado por um médico, que o considerou apto a receber mais 26 chibatadas.

Simbolon foi preso em outubro e condenado pela venda de álcool, que a sharia proíbe.

Esta sexta-feira foi um dos dez condenados – oito homens e duas mulheres – flagelados por infrações da lei islâmica, como prostituição ou apostas.

Um casal recebeu 20 chibatadas por estar muito perto um do outro, algo considerado uma violação da relação entre um homem e uma mulher antes do casamento.

Aceh tem cerca de cinco milhões de pessoas, das quais 98% são muçulmanas. Os não-muçulmanos presos por violar a lei islâmica podem escolher entre chibatas ou um processo judicial.*Com informações IstoÉ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here