Pastora da Igreja Quadrangular comete suicídio em SC

Quarto caso de suicídio de pastor este mês

Pastora da Igreja Quadrangular comete suicídio em SC
Pastora da Igreja Quadrangular comete suicídio em SC

Mais um caso de suicídio de pastores estampou as páginas de vários sites de notícias cristãs esta semana. A pastora Lucimari Alves Barro, da Igreja do Evangelho Quadrangular, foi encontrada morta pendurada em uma corda em casa após cometer suicídio nesta quarta-feira (27), em Criciúma, Santa Catarina (SC). Este o quarto caso de suicídio de um líder evangélico apenas no mês de dezembro.

Ela não deixou bilhete explicando o motivo de ter tomado essa atitude. Lucimari era casada com o também pastor Sandro Barro e deixa um filho. O marido utilizou as redes sociais para mostrar o sentimento pela morte da mulher.

Que momento é esse? É muita dor. Senhor me ajuda, meu amigo espírito santo. Desde os 14 anos de idade nunca amei outra mulher. Você foi para mim um achado, um tesouro que não se mede valor. Seu sorriso sempre foi minha alegria. Te amei com todas as minhas forças. Desculpa, minha linda – lamentou o marido, também pastor, Sandro Barro.

O enterro da pastora aconteceu nesta quinta-feira (28), no Cemitério Municipal de Morro da Fumaça, em Criciúma.

Com a confirmação do caso, diversos líderes evangélicos postaram mensagens nas redes sociais demostrando tristeza pela morte de Lucimari.

A pastora Aimée Chaves escreveu um texto de pesar, mas também fez um alerta sobre os casos recentes de suicídios de outros líderes no país.

Meu coração está dilacerado, pela perda dessa pastora tão amada, tão querida e dedicada a obra, que infelizmente tirou sua própria vida. Com certeza não fez isso porque era fraca. Muitos de nós pastores andamos muito sozinhos, precisamos de amigos, pessoas pra desabafar, pessoas que não vão expor nossas feridas, mas nos amar e ter misericórdia. (…) Vamos parar de julgar, vamos amar mais, vamos ouvir uns aos outros sem julgamento. Eu passei pela depressão, pensei várias vezes tirar minha vida, mas tive amigos que me sustentaram em oração, amor e fé – confessou Aimée.

Quarto caso de suicídio este mês

O suicídio da pastora Lucimari Alves Barro é o quarto caso entre religiosos apenas em dezembro deste ano. O primeiro foi registrado na cidade de Cornélio Procópio (PR). Aos 28 anos, o pastor Ricardo Moisés, da Igreja Assembleia de Deus, foi encontrado enforcado nos fundos da igreja.

Além dele, dois pastores do estado do Rio de Janeiro também tiraram a própria vida. Júlio César Silva, ex-presidente da Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Araruama; e o presbítero João Luiz Tavares, da Igreja Assembleia de Deus em Iguaba Grande, na Região dos Lagos.(*Informações Pleno News)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here