Ataque a bomba em duas igreja no Egito deixa 36 mortos

Ataque a bomba em duas igreja no Egito mata 36 pessoas
Ataque a bomba em duas igreja no Egito mata 36 pessoas

Ataque a bomba em duas igreja no Egito deixa 36 mortos – Uma bomba explodiu em uma igreja em Tanta, no Egito, matando pelo menos 25 pessoas e ferindo outras 71, segundo autoridades do país. A igreja estava cheia de fiéis que celebravam o Domingo de Ramos.

O ataque na cidade, localizada no Delta do Nilo, ao norte do Cairo, foi o mais recente de uma série de ataques contra a minoria cristã do Egito, que representa cerca de 10% da população total e tem sido repetidamente alvo de extremistas islâmicos. O episódio ocorre algumas semanas antes de o Papa Francisco visitar o Egito.

O vice-ministro da Saúde do Egito, Mohammed Sharshar, confirmou o número de vítimas até o momento. Nenhum grupo reivindicou imediatamente o ataque, que ocorre uma semana antes da Páscoa.

O grande xeque Ahmed el-Tayeb, chefe do Al-Azhar do Egito – o principal centro de aprendizagem no Islã sunita – condenou o ataque, qualificando-o como um “ataque terrorista desprezível que tinha como alvo a vida de inocentes”.

Outra bomba

A segunda explosão em uma igreja foi registrada desta vez na cidade costeira de Alexandria, causando a morte de 11 pessoas e ferindo pelo menos 35, disse o ministério da Saúde do país. Mais cedo, uma explosão em outra igreja, na cidade de Tanta, no Delta do Nilo, havia provocado 25 mortes.

O ministério disse que a segunda explosão ocorreu na Igreja de São Marcos, em Alexandria, onde o papa Tawadros II, da Igreja Copta, havia celebrado mais cedo o Domingo de Ramos.

Nenhum grupo reivindicou até o momento nenhum dos ataques, mas extremistas islâmicos têm repetidamente atacado a minoria cristã do Egito. Uma afiliada do Estado Islâmico com base na Península do Sinai reivindicou um ataque a uma igreja do Cairo que matou cerca de 30 pessoas em dezembro e havia prometido novos ataques contra os cristãos no país. Fonte: Associated Press.

COMPARTILHAR