Jovem cristã é espancada pela família por aceitar Jesus

Jovem cristã espancada pela família por aceitar JesusUma jovem cristã surda que vive na Ásia Central, foi brutalmente espancada pela própria família por aceitar Jesus como seu salvador, a jovem teve que ser socorrida e levada para um hospital.

Segundo a notícia divulgada pelo portal do ministério Portas Abertas, os vizinhos da jovem ao perceberem a violência chamaram a polícia rapidamente para defender a menina de tamanha crueldade.

Infelizmente, os policiais se recusaram a protegê-la, alegando se tratar de apenas um “conflito familiar”. Vendo que saíram impunes da situação, eles decidiram continuar com a violência e tentaram obrigá-la a deixar o cristianismo. Naquele mesmo dia, Saida* foi parar na UTI de um hospital por se recusar a negar a Cristo, até o último instante.

No momento, os membros da igreja local garantiram que vão aguardar ela receber alta para levá-la a um local seguro, longe de sua família. Por outro lado, os parentes prometeram espancá-la de novo caso ela não retorne ao islã e disseram que vão chamar a polícia para impedir que alguém a leve embora dali. Segundo eles, ou ela volta para a religião muçulmana ou morre.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

Ore pela breve recuperação de Saida e que ela receba alta do hospital no tempo em que Deus determinar.
Interceda pelos membros da igreja que estão dispostos a ajudá-la, que eles sejam sábios e estratégicos em seus planos.
Ore pelos familiares de Saida, que durante esse período em que a jovem permanece hospitalizada, eles sejam impactados pelo amor de Cristo de alguma forma.

A igreja na Ásia Central, região onde milhares de cristãos estão enfrentando a violência por causa do nome de Cristo, é muito carente de literatura cristã e de Bíblias. O projeto da Portas Abertas Bíblia, palavra que dá conhecimento tem ajudado a igreja a amadurecer na fé. Envolva-se com nossos cristãos perseguidos, conheça esse trabalho e participe.

– fonte / Portas Abertas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here