MP de São Paulo move ação contra Igreja Mundial por poluição sonora

MP de São Paulo move ação contra Igreja Mundial por poluição sonora
MP de São Paulo move ação contra Igreja Mundial por poluição sonora

O Ministério Público do Estado de São Paulo, esta movendo uma ação civil pública contra a Igreja Mundial do Poder de Deus, por poluição sonora, uma liminar pede para que o templo da igreja na cidade de Panorama (SP) seja impedido de realizar cultos.

Caso a liminar seja descumprida, a denominação terá que arcar com pagamento de R$10 mil de multa por dia de descumprimento.

A ação foi motivada por um laudo pericial do Instituto de Criminalística apontou que os cultos realizados no templo provocam emissão sonora acima dos níveis permitidos. As informações da Promotoria de Justiça de Panorama são de que a igreja tem ultrapassado constantemente os níveis permitidos de 60 decibéis, durante o dia, e de 55 decibéis, no período noturno, durante os cultos.

Segundo o site iFronteira, a perícia constatou que os níveis de ruído emitidos pela igreja alcançam a média de 72 decibéis, o que motivou uma representação dos moradores residentes próximos à igreja.

A ação do MPE é resultado de um inquérito civil instaurado no início deste ano, após essa ação movida pelos moradores. A Promotoria pede que a igreja seja condenada a não fazer reuniões ou cultos enquanto não realizar as obras necessárias com o objetivo de reduzir a poluição sonora no local.

Com informações: Gospel+

COMPARTILHAR