Final da novela Salve Jorge é criticada por evangélicos

Siga o Amigo de Cristo no Google News
Final da novela Salve Jorge é criticada por evangélicos
Final da novela Salve Jorge é criticada por evangélicos

Final da novela Salve Jorge é criticada por evangélicos. Em seu último capítulo, exibido nessa sexta feira (17), a novela Salve Jorge, que desde seu início foi marcada por protestos e boicotes de evangélicos, recebeu mais uma série de críticas desse público. O principal motivo das críticas foi o destino da vilã Wanda (Totia Meirelles), que terminou na prisão e convertida.

– Wanda, que foi encurralada por Morena enquanto fugia da perseguição da polícia federal, acabou mudando sua postura e comportamento. Dentro da prisão ela agarrou-se à Bíblia e chegou até a tentar convencer Lívia a aceitar Jesus em seu coração, mas a antiga chefona não lhe deu ouvidos – diz um resumo do capítulo, publicado pelo NotíciasBr.

Muitos evangélicos consideraram o destino dado à personagem como um deboche à fé evangélica, por supostamente retratar uma pessoa que afirma aceitar Jesus para esconder os erros cometidos no passado. Wanda tentou ainda converter sua ex-chefe no crime, que respondeu dizendo que precisava era de um “conde italiano” e que “cada um se defende como pode”.

A conversão da personagem foi um dos assuntos mais mencionados nas redes sociais. Muitas pessoas consideraram o destino dado à personagem como um deboche aos evangélicos e afirmaram que ter se tratado de uma crítica de Glória Perez, autora da novela, ao ator Guilherme de Pádua, responsável pelo assassinato de sua filha, e que se converteu enquanto estava preso.

– A tentativa de passar a imagem de que a pessoa pode errar à vontade e quando for para trás das grades, basta aceitar Jesus, é um verdadeiro achincalhe à fé evangélica – comentou o blogueiro Paulo Teixeira, que também listou mensagens publicadas por outros evangélicos nas redes sociais sobre o tema.

Nova Novela da Globo terá conversão de ‘periguete’

O fato de a próxima novela da emissora no horário ter uma protagonista evangélica também motivou críticas. Teixeira afirmou que a inserção de uma mocinha evangélica na próxima novela, “Amor à Vida, serviria como “migalhas aos evangélicos”, depois da oposição desse público a “Salve Jorge”.