Médica chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba é presa por suspeita de homicídio qualificado

Médica chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba é presa por suspeita de homicídio qualificado

Médica chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba é presa por suspeita de homicídio qualificado.
Médica chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba é presa por suspeita de homicídio qualificado.

A médica Virgínia Helena Soares de Souza, chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, foi presa pela polícia cível e indiciada sob suspeita de homicídio qualificado.

Segundo a polícia, existem indícios de que tenham sido mortos pacientes do SUS (Serviço Único de Saúde). A polícia suspeita que as medicações dos pacientes tenham sido suspensas e os aparelhos desligados como uma forma de “liberar” as vagas na UTI para outros pacientes que pagariam pelo serviço.

Funcionários do Hospital afirmaram que Virgínia mandava no local, que cuidava de cerca de 14 leitos da UTI, eram como uma espécie de reino para a médica.

Virgínia era conhecida como uma pessoa “difícil”, que costumava gritar e acertar “tamancadas” em quem a desagradava ou cometia erros, além disso, ela também fumava na sua sala em frente a UTI e nos próprios leitos, o que levou a Vigilância Sanitária a autuar o hospital em 2010.

No ano seguinte, por ter discutido com uma colega, Virgínia foi afastada por um mês.

As investigações deram início há um ano, e foram gravadas conversas da médica no hospital, uma fala como “Quero desentulhar a UTI, que está me dando coceira”, foi dita por Virgínia, segundo áudio divulgado pelo “Jornal Nacional”.

O próprio marido da médica, que também trabalhou no Hospital, morreu num dos leitos.

Ela nega qualquer crime. (*Com informações folha.uol.com.br).


6 COMENTÁRIOS

  1. REALMENTE SE FEZ O DITO NÃO FEZ SOZINHA , SIM UMA QUADRILHA DE ASSASSINOS ENVOLVIDA , DESDE MÉDICOS E ENFERMEIROS, TOTALMENTE SEM ÉTICA.. TODOS OS CULPADOS TEM QUE SER PUNIDOS,TODO ESSE TEMPO E NINGUÉM FEZ NADA ,SERA QUE TODOS NÃO SÃO CÚMPLICES?

  2. Tenhamos cuidado ao julgar e muito discernimento para condenar. A imprensa já julgou e condenou dois Japoneses que cometiam “atos libidinosos” com crianças no jardim de infância”. Depois, após investigação e julgamento justo, chagaram à conclusão que era uma mentira por vingança de mães inescrupulosas. Acabaram com a vida dos japoneses e será que fizeram algo contra as fofoqueiras?

    A imprensa é pôdre!

  3. Este é um “fiasco” de denúncia. Não conheço tal médica pessoalmente mas trabalhei (foram meus residentes em cirurgia de joelho) com muitos médicos de extrema competência, ética e respeito ao próximo que se formaram no Hospital Evangélico. O que eu ouvi e acredito é o que se segue: A Dra. Virgínia não é uma mulher bonita e tampouco agradável. Muito pelo contrário. Ela é feia e estúpida. Porém, é uma médica extremamente competente. Apenas quando o paciente estava com morte cerebral (e ela TINHA E TEM COMPETÊNCIA PARA TANTO, SEGUNDO FONTES POR MIM CONFIÁVEIS) A MESMA NÃO FAZIA PRIORIDADE DOS MESMOS. Caso tenha cometido algum engano é o de não ter aproveitado da situação para avisar aos transplantadores de órgãos. Isto é uma grande enganação por vingança. Vingança contra uma pessoa de extrema competência, porém feia e estúpida. Eu mesmo não senti simpatia alguma….Até a comparei como filha do ….

    A mesma trabalha em um Hospital respeitável e de referência. Caso a mesma fosse uma “ASSASSINA”, teria milhares de cúmplices. É o meu parecer. Boa noite

  4. CHEGA DE ATOS “SECRETOS” DE MEDICOS, PASSOU DA HORA DE INSTALAR CAMERAS NAS UTIs de todos os hospitais, e nas salas de cirurgia. Caso ocorram duvidas sobre erros médicos ou crimes nestes ambientes velados, o Juiz poderia requerer as filmagens. Traria tranquilidade para todo mundo,PACIENTES, FAMILIARES, MÉDICOS HONESTOS, DIRETOR DO HOSPITAL, EM FIM TODA A SOCIEDADE. NÃO É POSSÍVEL QUE NEGLIGENTES E ASSASSINOS DE BRANCO,CONTINUEM A AGIR IMPUNIMENTE, E O ESTADO E A SOCIEDADE NÃO FAÇAM NADA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui