Jovens cristãos católicos são agredidos por manifestantes gays

Jovens cristãos católicos são agredidos por manifestantes gays
Jovens cristãos católicos são agredidos por manifestantes gays

Jovens cristãos católicos são agredidos por manifestantes gays. Um grupo de jovens católicos do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (IPCO) realizava uma campanha pacífica e ordeira contra o aborto e a ditadura homossexual, denominada Cruzada pela Família, no centro de Curitiba, no dia 14 de janeiro. Em determinado momento, começou a se formar um grupo numeroso de homossexuais e simpatizantes que passaram a agredir de diversas formas os jovens católicos.

A Cruzada pela Família, promovida pelo IPCO, está percorrendo o Brasil fazendo uma campanha ordeira e pacífica contra as leis de aborto e a agenda do movimento homossexual, como o kit gay nas escolas, a lei de homofobia, entre outros princípios da fé cristã.

As cenas do vídeo, disponível na internet, são fortes e mostram os ativistas do movimento gay cercando os jovens católicos, cuspindo, agredindo e fazendo obscenidades contra os caravanistas, que reagiram com firmeza e educação.

As imagens falam por si e revelam os verdadeiros intolerantes, capazes de ações violentas contra os que defendem um posicionamento contrário ao deles.


Informações: IPCO – Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

7 COMENTÁRIOS

  1. Maldito o homem que deitar com o outro:assim diz a biblia não sou eu. Nao adianta eu acha bonito se a biblia diz que e errado. Não adianta vc querer lutar contra Deus quem não e com ele. E contra ele

  2. Parabéns, juventude católica. Estamos juntos. Sou evangélica, mas este assunto diz respeito a todos nós, cristãos, que amamos a Deus sobre todas as coisas e a sua Palavra (Bíblia) que a constituição do Reino de Deus. Uma minoria arrogante e violenta não pode prevalecer sobre aquilo que Deus repudia.

    • O segundo mandamento não seria o amor ao próximo?, foi suprimido propositalmente? A constituição do Reino de deus não deve ser implantada pelo próprio Deus em Seu Reino, que por acaso estaria alem dos limites da federação Brasileira? “A minoria arrogante e Violenta” não seria uma generalização de todo um grupo que em geral não faz manifestações violentas, logo uma calúnia o que constitui pecado? Se o seu deus não é o meu deus, logo eu não teria o direito de viver sob regras que expressassem minha crença e não a sua? Ou então para dirimir de uma vez o problema não seria melhor que as leis fossem baseadas no contexto social brasileiro e no seu povo e não na fé e crença de um e outro grupo seja maioria ou minoria?

  3. É ISSO AÍ JUVENTUDE CATÓLICA, NÃO PODEMOS NOS CURVAR A ESSA DITADURA QUE HOMOSSEXUAIS QUEREM NOS IMPOR, TEMOS QUE LUTAR POR NOSSAS FAMÍLIAS Q ESTÁ SENDO DESTRUÍDA E, COM ELA A SOCIEDADE

  4. Esta manifestação, reprimida pelos esbirros da ditadura homossexual em Curitiba, está tendo grande repercussão não só no Brasil mas também no Exterior, exatamente porque em todos os lugares os homossexuais procuram apresentar-se como pacíficos e vítimas da homofobia, quando eles são de uma violência inaudita contra todos aqueles que discordam de sua conduta desordenada e antinatural. Estão de parabéns os destemidos e abnegados jovens do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira por arrancar-lhes a máscara!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui