Música Gospel Cantor Thalles Roberto esclarece a polêmica sobre o show em Guarulhos

Cantor Thalles Roberto esclarece a polêmica sobre o show em Guarulhos

Cantor Thalles Roberto esclarece a polêmica sobre o show em Guarulhos
Cantor Thalles Roberto esclarece a polêmica sobre o show em Guarulhos

O empresário do cantor Thalles Roberto, deu esclarecimentos sobre polêmica de um  show que seria realizado na cidade de Guarulhos, deixando claro que o valor pago não era suficiente para pagar as despesas das 25 pessoas que trabalham na produção do músico.

A assessoria do cantor Thalles Roberto divulgou uma nota explicando o que de fato aconteceu no vídeo que mostra organizadores de um evento em Guarulhos explicando ao público o porquê o cantor mineiro não compareceu ao evento.

Segundo o empresário do cantor,  Doninha em nota deixa claro que o cantor não foi até a cidade de Guarulhos se apresentar porque o valor combinado não foi pago.

“Nosso foco não está no recurso e ganhar dinheiro com o evento, mas sim, que cubra pelo menos as despesas com toda equipe que temos. Somos várias famílias que trabalham integralmente. Inclusive, o ministério Thalles Roberto não cobra cachê de eventos realizados em IGREJAS, e sim, em eventos que tenham fins comerciais”, diz.

Como o evento marcado para acontecer em julho de 2012 tinha cobrança de bilheteria, a produção entendeu que seria um evento lucrativo aos organizadores e que, portanto, era necessário cobrar o cachê de R$30 mil para que Thalles Roberto pudesse participar.

“A questão é que parte do valor do contrato firmado, enviado para despesas como passagens, hospedagem, alimentação, impostos diversos e transporte não foi suficiente para cobrir estas despesas básicas, havendo um descumprimento do contrato firmado”, diz Doninha.

No vídeo um dos organizadores do evento aparece pedindo desculpas para as pessoas que estavam no evento dizendo que Thalles não compareceu por ter recebido apenas R$10 mil.

“É importante que as pessoas entendam que a organização deste evento tinha interesses financeiros, pois o valor arrecadado geraria lucro para os organizadores. Por uma ação desastrosa dos contratantes, inexperientes na divulgação, falta de patrocínio, não contaram com apoio de igrejas ou lideres de igrejas da região, ocasionou um público de cerca de 400 pessoas. Isso quer dizer que o público não seria suficiente para bancar as despesas da organização”, disse o empresário através da assessora de Thalles.

Últimas notícias

Trump pergunta ao presidente da Nigéria – Por que você está matando cristãos?

O presidente Donald Trump pediu ao presidente da Nigéria que explicasse a indiferença de seu país em relação à situação dos cristãos perseguidos, disse...

Pastor diz que vai iniciar “ministério na prisão” se for preso por abrir igreja

O popular pastor norte-americano John MacArthur, disse que não está preocupado com a perspectiva de ser preso e ir para prisão por desobedecer às...

Garoto cristão de 13 anos é condenado a dez anos de prisão, na Nigéria

As autoridades da Nigéria foram amplamente criticadas após condenar um garoto cristão de 13 anos a dez anos de prisão por blasfêmia. Omar Farouq...

Igreja Evangélica vence Instagram na Justiça e têm perfil restabelecido

A rede social Instagram por decisão da Justiça, foi obrigado a restabelecer o perfil da Igreja Presbiteriana de Anápolis e republicar todo o conteúdo...
© Copyright Amigo De Cristo. Todos os direitos reservados.