Rainha de Bateria da escola de samba carioca Mangueira, é evangélica

Rainha de Bateria da Mangueira, é evangélica

Levada pela avó e pela mãe, Renata Santos, rainha de bateria da Mangueira, frequenta, desde a infância, a Assembléia de Deus. Durante debate sobre a religiosidade no Carnaval, que aconteceu no último fim de semana, no Centro de Convenção Sul América, na Cidade Nova, a soberana dos ritmistas da verde e rosa contou que nunca foi vítima de preconceitos, nem entre os irmãos de fé e nem no mundo do samba.

– Comecei a freqüentar a igreja de Santa Cruz, bairro onde cresci. Quando fui convidada para ser rainha de bateria da Acadêmicos de Santa Cruz, até as senhorinhas da igreja, amigas da minha avó, acompanhavam os desfiles. Depois, na Mangueira, também não enfrentei qualquer tipo de problema por conta da minha religiosidade. Muito pelo contrário, já que o Aílton (mestre de bateria) também é evangélico.

A bela contou ainda que vai à Assembléia de Deus, pelo menos, uma vez por semana.

– Quando não vou à Assembléia de Santa Cruz, vou na da Barra. Na igreja, eu não sou rainha de bateria. A própria pastora diz que o importante é buscar a Deus, e isso eu faço desde pequena – finalizou a rainha.

Com informações Tudo de Samba

COMPARTILHAR